NATAÇÃO

José Paulo Lopes terceiro nadador mais pontuado do Open de Loulé

José Paulo Lopes, nadador do SC Braga que estava ao serviço da Seleção Nacional, foi o terceiro nadador mais pontuado do Open de Loulé, competição de Seleções, que levou ao Algarve alguns dos melhores nadadores do mundo.

O nadador do SC Braga totalizou 849 pontos, apenas menos cinco pontos que o duo que ficou na frente, o brasileiro Pedro Spajari e o espanhol Albert Escrits Manosa.

Nas provas de hoje, José Paulo Lopes conquistou mais duas medalhas de prata, nos 800m Livres e 200m Estilos.

Rafael Simões participou na prova dos 50m Bruços e terminou na sexta posição. De referir que Rafael Simões, que estava em representação do SC Braga, apenas se juntou à seleção dois antes do arranque do torneio.

Luís Cameira, treinador do SC Braga, faz um balanço muito positivo da participação dos nadadores neste Open de Loulé.

“O balanço é muito bom! Foi a primeira competição pós Covid e a participação foi muito positiva, com vários recordes pessoais e marcas de excelente nível”, disse Luís Cameira.

Sobre o dia de hoje, o técnico do SC Braga referiu: “o José Lopes conseguiu mais dois segundos lugares hoje e foi o terceiro nadador mais pontuado do torneio!”.

“Deram excelentes indicações para próxima época!” concluiu Luís Cameira. José Paulo Lopes e Rafael Simões seguem agora para duas semanas de férias, assim como a grande parte da secção de natação do SC Braga.

JOÃO NOGUEIRA COSTA DE OURO

João Nogueira Costa, nadador do Vitória SC que esteve ao serviço da Seleção, conquistou hoje o ouro na prova dos 50m Costas.

O nadador do Vitória SC já ontem tinha assegurado a vitória nos 200m Costas, com um novo recorde pessoal e os mínimos para os Europeus de Budapeste.

Diana Durães, nadadora de Fafe, obteve hoje o terceiro lugar na prova dos 1500m Livres.

RESULTADOS

800m Livres: 2.º José Paulo Lopes.

1500m Livres: 3.º Diana Durães

50m Bruços: 6.º Rafael Simões

100m Costas: 1.º João Nogueira Costa.

200m Estilos: 2.º José Paulo Lopes

200m Estilos: 7.º Diana Durães

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS