VOLEIBOL

Vila Verde AC equaciona participação na Poule de Subida

O Vila Verde AC está a ponderar participar na Poule de Subida ao Campeonato Nacional da II Divisão, que está prevista para o início de setembro. O Vila Verde AC não equaciona, no entanto, lutar pela subida de divisão e a sua participação dependerá sempre dos encargos que tiver que fazer para estar presente nesta fase de apuramento.

A Federação Portuguesa de Voleibol decidiu que todas as equipas da Série dos Primeiros estavam apuradas para disputar a Poule de Subida, estando a participação das equipas dependentes de inscrição, que deve ser feita até 30 de junho. O Vila Verde AC está a equacionar participar, mais como uma fase da pré-época. Certo é que a decisão só será tomada depois de saber quais os encargos que o clube terá com esta participação…

LUIZ FELIPE SANTOS: “NÃO TEMOS INTERESSE EM SUBIR DE DIVISÃO”

“Ainda não tomamos uma decisão”, começou por referir Luiz Felipe Santos, treinador da equipa Sénior do Vila Verde AC, que adiantou que “nós não temos interesse em subir de divisão. A participação nesta poule seria mais como uma fase da pré-época, que nos permitiria fazer alguns jogos de preparação. Aquilo que nos preocupa, neste momento, são os custos adicionais que o clube teria para participa nessa fase. Se tivermos custos acrescidos não iremos porque não queremos comprometer a próxima época”.

“Se tivéssemos ambições de subir, claro que iriamos apostar forte nesta fase. Assim, só equacionamos estar presentes se os custos não interferirem com a estabilidade do clube na próxima época. Já pedimos esclarecimentos à FPV, o caderno de encargos, por exemplo, mas aguardamos uma resposta”, disse aquele treinador.

TRABALHAR COM VISTA À NOVA ÉPOCA

Entretanto, o Vila Verde AC já está a trabalhar tendo em vista a nova temporada. “Estamos na expetativa quanto ao futuro. Devido ao Covid-19 ainda não há fumo branco quanto ao regresso aos pavilhões, nem sequer há certezas quando vão arrancar as competições. Depende sempre do contexto do país” referiu Luiz Felipe Santos.

Seja como for, o Vila Verde AC, que é composto maioritariamente por atletas da zona de Braga, espera manter 70 a 80 por cento do plantel, estando já a trabalhar para formar a equipa.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS