CANOAGEM

Felicidade marca regresso aos trabalhos do Viana Garças Clube

Felicidade é a palavra que melhor expressa o sentimento dos atletas do Viana Garças Clube no regresso aos trabalhos na água, depois de dois meses em confinamento.

O conjunto de Viana do Castelo, e uma vez que ainda não há calendários definidos, tem realizado três sessões semanais (quartas-feiras, sábados e domingo) com um número considerável de atletas, que não escondem a alegria de poderem fazer o que mais gostam: remar.

“CREIO QUE A MELHOR EXPRESSÃO É A FELICIDADE”

Rodolfo Coelho, presidente do Viana Garças Clube, mostra-se satisfeito com a forma como os atletas têm comparecido aos treinos e como cumprem todas as normas exigidas pela GDS. Questionado sobre qual a reação dos atletas neste regresso aos trabalhos na água, o presidente do Viana GC não teve dúvidas: “creio que a melhor expressão é felicidade. O barco, o rio, o prazer do esforço!!!” e adiantou: “nós somos um pequeno clube, possuímos nas nossas fileiras desde um campeão do mundo, a alguns campeões nacionais, a jovens que mais modestos no ranking nacional adoram a canoagem e até mesmo adultos que têm descoberto na modalidade um espaço de equilíbrio na vida difícil de um quotidiano de trabalho. Temos tentado passar a paixão e passo a passo sentimos o grupo a crescer e a envolver-se”.

MAIS NOVOS APARECEM MENOS

Sobre a forma como correu a segunda semana de trabalhos, Rodolfo Coelho afirmou que “estamos a relançar a atividade e para já os atletas têm comparecido”.

Nesta primeira fase são os atletas mais novos que aparecem menos… “Os mais pequenos têm aparecido menos, talvez precisemos de uma estratégia para os puxar. Os pais. à semelhança de alguma preocupação com a abertura das creches, precisam de sentir confiança. A seu tempo tudo irá normalizando”.

AINDA SE DESCONHECE O CALENDÁRIO

Agora era importante que a Federação Portuguesa de Canoagem definisse o calendário.

“Era importante sabermos que calendário a Federação consegue levar a cabo, mas ainda não têm indicações governamentais de quando irá ser possível. Em comunicado comprometeram-se a deixar quatro semanas de preparação antes da marcação da primeira prova. Disseram ainda que se tentará efetuar uma prova por especialidade. Aguardamos orientações superiores”.

Fotos de Manuel Felgueiras e Marta Felgueiras

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS