BASQUETEBOL

BC Barcelos com época positiva em Sub-18

O BC Barcelos foi uma das grandes sensações do Campeonato Distrital de Sub-18 da Associação de Basquetebol de Braga. A equipa treinada por Tiago Alves foi finalista vencido da ‘Final Four’, perdendo apenas para a experiente equipa do Vitória SC.

O conjunto barcelense assegurou a presença na ‘Final Four’ depois de ter terminado na quarta posição da Série A do Campeonato Regional de Sub-18 e vencido a fase eliminatória frente à ADE.

Por tudo o conseguiu durante a época, Tiago Alves faz um balanço positivo do trabalho desenvolvido pela sua equipa.

“OS ATLETAS DEMONSTRARAM MUITO EMPENHO”

“O balanço da época é bastante positivo, todos os atletas demonstraram muito empenho, nunca nenhum desmotivou mesmo quando perdíamos um ou outro jogo, sempre acreditaram e isso pesou bastante na “Final Four”, onde quase surpreendíamos tudo e todos, estando a ganhar grande parte da final”, começou por referir Tiago Alves, treinador da equipa de Sub-18 do BC Barcelos.

Tiago Alves acrescentou que “para além de miúdos com bastantes capacidades individuais também demonstraram ser grandes Homens dentro e fora do pavilhão. Sempre foram uma família uns para os outros e sempre levantaram a cabeça uns dos outros no momento certo”. Portanto “não tenho receio de dizer que estes miúdos para além de meus atletas também são meus amigos”.

“EVOLUÇÃO FOI MUITO BOA, MAS TUDO MÉRITO DELES”

Para o treinador do BC Barcelos “a evolução foi muito boa, mas tudo mérito deles, sempre trabalharam forte, muitas vezes mesmo fora da hora de treino. Eu só os ajudei naquilo que sei. Por isso, é que vos disse anteriormente, na entrevista que dei no final do jogo contra o Vitória SC na “Final Four”, que não saía triste dali por ter perdido, mas sim muito orgulhoso do trabalho de cada um deles”.

Depois do grande trabalho efetuado a nível regional – ficou em quarto na Série A da fase regular do Campeonato Regional – e a nível distrital – foi finalista vencido -, o BC Barcelos participou na Taça Nacional, entretanto cancelada pela Federação Portuguesa de Basquetebol devido à pandemia do Covid-19.

RITMO COMPETITIVO ALTO DAS EQUIPAS DO PORTO

Tiago Alves lembra que o BC Barcelos encontrou muitas dificuldades para se impor, essencialmente, devido ao ritmo competitivo que as equipas do Porto têm.

“A dificuldade que encontramos na Taça Nacional é muito semelhante à dos anos anteriores: há um ritmo competitivo mais alto por parte das equipas do Porto, tal como aconteceria se estivéssemos no outro grupo e jogássemos com as equipas de Aveiro. Uma vez que o campeonato interno (fase distrital) é muito competitivo, há sete, oito equipas de topo em cada um destes distritos, o que faz com que muitas equipas fortes fiquem fora do Campeonato Nacional e ‘caiam’ para a Taça Nacional, permitindo-lhes também ter o tal ‘ritmo alto’ desde outubro”.

“ELES ESTÃO A TREINAR EM CASA”

Com o aparecimento do coronavírus, as competições e os treinos foram suspensos, mas na equipa de Sub-18 do BC Barcelos ninguém baixou os braços, nem se desmotivou…

“A motivação tem sido fácil de manter, visto que, muitos deles têm como objetivo ‘ser alguém’ no mundo do basquetebol e, portanto, têm de trabalhar mesmo quando muita gente está parada. Eles sabem que isto mais tarde ou mais cedo irá passar e como tal terão de voltar fortes. Temos falado e eles estão a treinar em casa o que podem”, disse Tiago Alves.

OITO ATLETAS MANTÊM-SE NA EQUIPA NA PRÓXIMA ÉPOCA

Com as provas nacionais canceladas, os clubes da Associação de Basquetebol de Braga aguardam ainda a decisão de se poder realizar ou não alguma prova/torneio esta temporada. Certo é que o BC Barcelos pode contar com a maior parte do grupo de trabalho para a próxima época.

“Atualmente a equipa é constituída por 12 jovens. Para o ano oito deles ainda serão Sub-18, incluindo dois, que apesar de serem Sub-16 este ano. já jogam connosco, e por isso para o ano ainda serão Sub-18 de primeiro ano. Os restantes quatros atletas passam a ser seniores”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS