CICLISMO

Seissa em destaque na Prova de Abertura de Cadetes

A Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact esteve em alta na Prova de Abertura de Cadetes – Volta a Cantanhede, que se realizou no domingo.

A equipa de Roriz, viu João Martins, que se estreou como Cadete, terminar no oitavo lugar, a 46s do vencedor, António Morgado, da Anipura-GDM Escola Alexandre Ruas. Com este resultado o atleta do clube barcelense conquistou a Camisola Branca, da classificação da Juventude.

Também Tomás Carvalho, que esta temporada já deu cartas no Ciclocrosse e Pista, conquistou uma camisola em Cantanhede, neste caso a vermelha, da Geral das Metas Volantes.

SAMUEL MARTINS (TENSAI) NO TOP20

Samuel Martins, da Tensai/Sambiental/Santa Marta, chegou integrado no pelotão, cortando a meta na 19.ª posição, a 46s do vencedor. Ainda integrado no pelotão terminou Bruno Lopes (Seissa).

O atleta da Tensai, que se estreia este ano na categoria de Cadetes, acabou por fazer quinto lugar na Classificação Individual da Juventude.

DIOGO MENDES (EC CARLOS CARVALHO) E LEONARDO NEVES (CC BARCELOS) NO TOP25

Diogo Mendes, único atleta da EC Carlos Carvalhos em prova, concluiu a Volta a Cantanhede na 24.º posição, a 52s de António Morgado.

Leonardo Neves, atleta do CC Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor que se estreou na categoria, cortou a meta no 25.º posto, a 54s do vencedor, enquanto André Ribeiro foi 26.º e Diogo Carreiras (Seissa) fez 27.º lugar.

Coletivamente, a Seissa foi a melhor equipa minhota em prova, tendo terminado a Prova de Abertura de Cadetes na quarta posição. O CC Barcelos terminou na sexta posição e a Tensai fez nono lugar. A Anipura foi a vencedora.

Fotos: Vilanovense/Pedalar Clube

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS