NATAÇÃO

SC Braga à conquista de pódios no ‘Nacional’ de Longa distância

O SC Braga parte com ambições para o Campeonato Nacional de Longa Distância, que se realiza este domingo, a partir das 9 horas, nas Piscinas Municipais da Póvoa de Varzim.

O SC Braga apresenta-se na Póvoa de Varzim com sete nadadores: quatro Juvenis – João Carvalho, João Sousa, Dinis Gonçalves e Adriana Hutyy -; um Júnior – Daniel Carvalho – e dois Seniores – Tamila Holub e José Paulo Lopes.

Numa competição em que vão marcar presença 62 nadadores em representação de 22 clubes, de realçar ainda a presença do GDN Famalicão, que leva quatro nadadores: Gonçalo Salgado, Gabriel Santos, Alexandre Ferreira e Daniela Lopes.

LUÍS CAMEIRA: “ATLETAS ESTÃO A ENCARAR A PROVA COM RESPONSABILIDADE”

O SC Braga encara este Campeonato Nacional com grande responsabilidade e parte para a Póvoa de Varzim com a ambição de conquistar pódios e algum título nacional.

“Estamos a falar de um Campeonato Nacional e, portanto, os atletas estão a encarar a prova com muita responsabilidade e o objetivo de fazer o melhor”, começou por referir Luís Cameira, treinador do SC Braga, que acrescentou que “vamos estar presentes com sete nadadores, a maior parte deles vai fazer a sua estreia nesta prova, mas toda a equipa está determinada em dar o meu máximo”.

“VAMOS TENTAR CONQUISTAR MEDALHAS E CHEGAR A ALGUM TÍTULO”

Luís Cameira garante que o SC Braga tem objetivos para este Campeonato Nacional: “vamos aproveitar a longa distância – os Juvenis fazem 3000 metros e os Juniores e Seniores 5000m – para fazer a avaliação do momento dos nadadores”.

“Mas estamos a falar de um Campeonato Nacional e como tal vamos tentar conquistar medalhas e ver se conseguimos chegar a algum título nacional”, disse ainda Luís Cameira, que recordou que “tirando o Daniel Carvalho, todo o restante grupo vai fazer aqui a sua estreia. Penso que estão preparados para dar uma boa resposta neste Campeonato Nacional. É uma prova diferente do que estão habituados, é mais uma questão de espírito de sacrifico, do que propriamente de físico. Eles vão estar sujeitos a um esforço a que não estão habituados em competição. É uma questão de resiliência e espírito de sacrifício”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS