VOLEIBOL

Vitória SC apostado em chegar à ‘Final 8’

O Vitória SC parte para o Campeonato Nacional de Cadetes de voleibol feminino determinado em chegar à ‘Final 8’. A tarefa não se apresenta fácil, mas Gilson França, treinador da formação de Guimarães, refere que “temos que trabalhar por objetivos”.

O Vitória SC inicia dia 16, frente ao SC Arcozelo, a sua caminhada no Campeonato Nacional. Gilson França considera que a série é complicada, mas lembra que “nós já sabíamos que ao passar ao nacional não teríamos tarefa fácil”.

“O nosso primeiro grande objetivo para esta época era passar aos nacionais, conseguimos. Agora estamos cientes que a tarefa é mais complicada, vamos defrontar equipas com outro ritmo, com um nível mais elevado, sobretudo, porque têm uma competição mais forte a nível interno. Na AV Porto há muitas mais equipas e isso dá-lhes outro ritmo”, referiu Gilson França, que acrescentou que “acredito que no Campeonato Nacional não há equipas fáceis e todas querem chegar o mais longe possível”.

GILSON FRANÇA “VAI SER UM CAMPEONAT MUITO DIFÍCIL”

Numa fase em que passam à fase seguinte os dois primeiros classificados de cada série e os dois melhores terceiros, Gilson França não espera facilidades “vai ser um campeonato muito difícil. A Série A, aquela em que estamos inseridos, tem equipas muito fortes, mas nós temos sempre que trabalhar por objetivos. A nossa meta é tentar chegar à ‘Final 8’, estamos cientes das dificuldades que vamos encontrar, mas também estamos determinados a fazer o nosso melhor”.

O Campeonato Nacional arranca no dia 16 de fevereiro e até Gilson França tem aproveitado para retificar alguns dos erros que a equipa cometeu durante a primeira fase da época.

“Nesta pausa da competição aproveitamos para trabalhar aspetos que correram menos bem durante o Campeonato Inter-Regional. Temos um processo para seguir, temos timings para fazer as coisas, mas durante estas semanas demos enfase à correção das coisas que não correram tão bem”, referiu Gilson França.

A pouco mais de uma semana do arranque do Campeonato Nacional, Gilson França tem todo o grupo operacional… “felizmente não tenho atletas lesionadas, tenho estado a trabalhar com todo o grupo, que não é grande, mas é empenhado”.

“BALANÇO POSITIVO”

O Vitória SC chega ao Campeonato Nacional depois de ter ficado na terceira posição do Campeonato Inter-Regional da AV Braga. Gilson França faz um balanço positivo da primeira fase da época, mas lembra que foi um período difícil e de muito trabalho.

“Esta é uma fase de transição para as atletas, que passam para um nível de voleibol mais exigente, mais competitivo. Quando começamos em setembro sabíamos que ia ser um período complicado, com mudança de processos, a adaptação a novos métodos. Quando elas começaram a assimilar o trabalho, a dinâmica dos processos, penso que conseguimos atingir os parâmetros que pretendíamos”, disse aquele treinador.

Gilson França lembra ainda que “todo este processo leva tempo, mas aos poucos vamos evoluindo e vamos conseguindo atingir as metas que traçamos. O primeiro grande objetivo foi atingido, que era chegar aos nacionais. Não foi fácil porque apesar de passarem quatro equipas tivemos momentos em que as coisas estavam a correr bem, como de repente a equipa sentia falta de confiança e fez tremer a nossa passagem”.

“Vamos trabalhar e lutar pelo nosso objetivo jogo a jogo. Tentando sempre melhorar e evoluir porque essa é a meta de todos”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS