CICLISMO

João Cruz (AXPO) domina em Lousada

João Cruz, ciclista de Viana do Castelo que alinha na AXPO/FirstBike Team/Vila do Conde, foi o grande vencedor da segunda prova da Taça de Portugal de BTT XCO, que se disputou hoje em Lousada.

O ciclista vianense fez a seis voltas ao percurso em 01:02:11h, deixando nos lugares imediatos, a mais de um minuto de diferença, Tomás Frazão e João Silva, ambos do Guilhabreu BTT.

Com este resultado, João Cruz lidera o Ranking da Taça de Portugal, somando 70 pontos, mais 10 que Tomás Frazão.

Na prova internacional de Lousada de salientar ainda o 18.º lugar conquistado por Hélder Laranjeira, do MonçãoBike/ LusoPrint/ Bombos S. Sebastião. Ivo Pereira, da SAERTEX Portugal – Edaetech, terminou no 30.º lugar

Em femininos, Catarina Lopes (AXPO) fez 12.º lugar, numa prova ganha por Mariana Líbano (Guilhabreu BTT).

JOÃO MARTINS QUINTO EM CADETES

João Martins, do C.C.Barcelos/A.F.F./Flynx/H.M. Motor, foi o melhor ciclista minhoto na prova de Cadetes masculinos. O ciclista de Barcelos percorreu as quatro voltas do percurso em 46:30m, ficando a cerca de dois minutos do grande vencedor, Miguel Pereira, do Santa Cruz/Botelhos.pt.

Com este resultado, João Martins ocupa a quinta posição no ranking da Taça de Portugal, com 44 pontos.

Dinis Vieira, do BTT Braguinhas/Padim da Graça, terminou a prova de Lousada na sétima posição e é 11.º no ranking da Taça de Portugal depois de disputadas duas provas.

Gonçalo Silva, da Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact, foi 20.º em Lousada, e Gabriel Meleiro (MonçãoBike/ LusoPrint/ Bombos S. Sebastião) terminou no 37.º lugar.

Fotos: Eduardo Campos

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS