BASQUETEBOL

Vitória SC ‘conquistador’ vence Sporting

O Vitória SC bateu o Sporting, por 84-71, no terceiro jogo do play-off da Liga Placard de Basquetebol e leva a eliminatória para um quarto jogo, que se realiza sábado, a partir das 15 horas, em Guimarães.

A equipa de Carlos Fechas realizou um jogo intenso, de grande nível e cedo mostrou que estava em campo para disputar o jogo e garantir a sua continuidade na prova.

O jogo começou emotivo, com as duas equipas a procurarem fazer pontos. O Vitória SC, muito assertivo e decidido, venceu o primeiro quarto por 20-16.

O segundo quarto voltou a ser muito equilibrado, mas desta feita foi o Sporting a ter um maior ascendente e a conseguir vencer, 15-23. O Vitória SC chegava ao intervalo a perder por 35-39.

No segundo tempo, a equipa de Carlos Fechas, que hoje não pode contar com Jaron Hopkins, entrou muito forte e acabou com todas as esperanças do Sporting ao vencer o terceiro quarto por 25-11.

O Sporting tentou reagir e conseguiu fazer o seu melhor parcial (0-8) na entrada do quarto período. O Vitória SC não se deixou intimidar, assumiu o jogo e ganhou o quarto por 24-21.

CARLOS FECHAS: “FOMOS AUTÊNTICOS CONQUISTADORES”

“Fomos uns autênticos Conquistadores”, disse Carlos Fechas, treinador do Vitória SC no final do jogo com o Sporting.

“Fomos capazes de contrariar os pontos fortes do Sporting e fomos muito rigorosos no cumprimento do plano de jogo, fomos mais pacientes no ataque, sempre à procura das melhores vantagens e, ao contrário dos jogos anteriores, a percentagem de lançamentos foi bastante melhor, o que nos colocou logo noutra situação” referiu o técnico do Vitória SC.

Carlos Fechas lembra que “nos oito quartos anteriores, nós vencemos três, ou seja, quase metade…e se o primeiro jogo foi desequilibrado, no segundo jogo a vantagem conquistada pelo Sporting não traduz o que se passou em campo. O problema é que sempre que o Sporting fazia um parcial positivo, era demasiado alargado, não estávamos a ser capazes de quebrar isso” e adiantou “para o jogo de hoje falamos com a equipa para procuramos ser assertivos, ficarmos calmos, mesmo quando as coisas não estivessem a sair bem. A verdade é que conseguimos quebrar os parciais positivos do Sporting e impedir que fossem muito alargados. O máximo que conseguiram foram oito pontos consecutivos quando noutros jogos chegaram a 14-2, por exemplo. Aí esteve a chave do jogo… mantemo-nos tranquilos nos momentos decisivos do jogo”.

O Vitória SC esteve muito forte no terceiro quarto… “Fomos superiores. Conseguimos fazer o nosso jogo”, disse Carlos Fechas, que destacou, no entanto, a resposta da equipa no início do quarto período: “o Sporting no quarto período teve uma entrada forte e fez o maior parcial (0-8) e esse foi o momento do jogo porque nós conseguimos quebrar o parcial e voltamos a encontrarmo-nos com o que tínhamos planeado. Quando quebramos essa resistência e a vantagem do Sporting, o jogo foi para diferenças que nos permitiu controlar o jogo e vencer”.

Sem tempo para festejar a vitória, a equipa de Carlos Fechas começa já a planear o próximo desafio, marcado para sábado… “O processo é o mesmo dos jogos anteriores. Vamos analisar o jogo, ver onde podemos melhorar e tentar manter o que fizemos bem. Vamos tentar acrescentar qualquer coisa para conseguirmos ser ainda melhores”.

Quanto ao jogo, Carlos Fechas garante que “vamos fazer de tudo para vencer e levar a eliminatória para um quinto jogo. Queremos ganhar. Vamos com o mesmo pensamento… o Sporting é favorito, a responsabilidade está do lado deles, até porque são os grandes candidatos ao título, mas nós vamos tentar contrair isso com as armas que temos”.

A terminar Carlos Fechas fez questão de “dar os parabéns à minha equipa. Mostramos ser uma equipa resiliente e capaz de lutar contra todas as adversidades. Hoje não podemos contar com o Hopkins, que teve de voltar para casa repentinamente. Nós unimo-nos e fomos capazes de encontrar soluções. Sabíamos que se perdêssemos ficamos por aqui na Liga Placard. Mas fomos coesos, coletivos e estou muito satisfeito com o que a equipa conseguiu fazer”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS