CICLISMO

César Fonte: “estive na discussão da corrida e isso demonstra que o trabalho foi bem feito”

“O balanço é positivo. Estive na discussão da corrida e isso demonstra que o trabalho feito nestes últimos meses, sem competição, foi bem feito”, disse César Fonte, ciclista de Vila Franca, Viana do Castelo, que representa a Kelly-Simoldes-UDO, no rescaldo da primeira competição da época.

O ciclista vianense terminou na segunda posição da Prova de Abertura – Região de Aveiro, prova pontuável para a Taça de Portugal, com o mesmo tempo do vencedor, Luís Mendonça, da EFAPEL.

“É SEMPRE IMPORTANTE INICIAR BEM A ÉPOCA”

Para César Fonte este é um resultado que serve de incentivo para a época que arrancou agora: “toda a equipa demonstrou estar bem fisicamente e isso é muito motivador para o grupo. É sempre importante iniciar bem a época porque acaba por tirar pressão a todos”.

Como foi estar, finalmente, no meio do pelotão nacional? “Foi bom. Foi o poder voltar a trabalhar e poder voltar a sentir adrenalina e stress de andar no pelotão, mas também o poder voltar a conviver com os colegas de profissão”.

Apesar da época, em termos competitivos, ter arrancado tarde – normalmente inicia-se em fevereiro -, César Fonte garante que viveu a pré-época de forma tranquila…

“Pessoalmente vivi a pré-época com tranquilidade. No fundo, pensando bem, até é um pouco estranho porque foram muitos meses sem competição e no ano passado tivemos poucos dias de competição, mas penso que os muitos anos de profissionalismo deixou-me tranquilo”, referiu César Fonte, que abordou ainda ao sentimento que teve após a corrida… “foi uma sensação de alívio, não pelo resultado, mas por, finalmente, poder regressar ao trabalho. Oxalá seja a primeira de muitas corridas esta época”.

DE REGRESSO AOS TREINOS…NA ESTRADA

César Fonte já regressou hoje ao trabalho, mais de recuperação, e à estrada: “para mim a preparação já começou hoje. Apesar de realizar um tipo de treino mais direcionado para a recuperação, mas fui para estrada realizar um treino de duas horas”.

E quanto ao futuro: “o foco já está na próxima corrida que será a Clássica Aldeias do Xisto”, que se realiza a 25 de abril.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS