ENTREVISTASVOLEIBOL

Leonor Coelho: a voleibolista de Amares que brilhou em Itália

Leonor Coelho, voleibolista de Amares que representa o SC Braga, esteve em grande destaque ao serviço da Seleção Nacional no Torneio WEVZA, que decorreu em Chiavenna, Itália. A atleta amarense, que foi MVP nos dois primeiros jogos, recebeu o prémio de segunda melhor atacante e foi incluída no seis base da competição.

Leonor Coelho, que se estreou em torneio internacionais, salienta que “fazer parte do seis ideal e ter sido a MVP em dois jogos seguidos foram momentos marcantes, mas estiveram longe de ser os mais importantes” e garantiu que “as sensações vividas em equipa foram as que mais registei”.

A atleta de Amares faz um balanço muito positivo da experiência em Itália… “O balanço foi bastante positivo pois encarámos as dificuldades como oportunidades. Encontrámos vários estilos de jogo, jogadoras diferentes que nos obrigaram a uma adaptação permanente. Competimos contra grandes seleções”.

“ESTE TORNEIO VAI SER SEMPRE MUITO ESPECIAL PARA MIM”

Este torneio em que vai mudar a tua maneira de ver e jogar o Voleibol? “Este torneio, até por ser o primeiro, vai ser sempre muito especial para mim. Como jogámos contra vários estilos de jogo abriu-me os horizontes nesse sentido. Além do mais, o que esta competição nos exigiu foi uma adaptação permanente”.

Leonor Coelho há mais de um ano que tem sido chamada aos trabalhos regulares da Seleção Nacional de Sub-16, que continuou a trabalhar apesar da pandemia e dentro das exceções divulgadas pelo governo.

O PRIVILÉGIO DE ESTAR NA SELEÇÃO E O AGRADECIMENTO AO SC BRAGA

A atleta do SC Braga garante que “tem sido um privilégio estar a treinar e a jogar na Seleção Nacional”. Até porque, infelizmente, “os treinos no clube têm estado suspensos, face à situação pandémica em que vivemos”, mas na hora de festejar não esquece o clube… “gostava de aproveitar esta oportunidade para agradecer em geral ao SC Braga, pelo apoio que recebi nas mais diversas formas, às minhas colegas de equipa (e suas famílias) e treinadores do meu escalão (José Bastos e André Rocha), em particular. Foram incríveis”.

“Aproveito ainda para desejar boa sorte à nossa equipa sénior no que resta da temporada, nesta luta difícil pela permanência na I Divisão”.

Leonor Coelho, que com a restante comitiva da Seleção Nacional chegou a Portugal segunda-feira, tem agora uns dias de descanso… mas a Seleção Nacional em breve retomará os trabalhos de preparação, pois a segunda fase do apuramento para o Campeonato da Europa realiza-se em maio. A atleta de Amares garante que está preparada para regressar aos treinos… “Se continuar a ser convocada, sim estou sempre pronta!”.

UMA PAIXÃO CHAMADA VOLEIBOL

Leonor Coelho, de 14 anos de idade, é uma das atletas que mais tem despontado na Formação do SC Braga. Ainda com 13 anos começou a ser chamada aos treinos da Seleção Nacional Sub-16 e Seleção Regional de Sub-15.

A atleta amarense lembra como entrou para o Voleibol. “O Voleibol surgiu muito espontaneamente por volta dos 10 anos, em que decidi entrar com a minha irmã no clube de Amares. A partir daí, continuei a praticar a modalidade e nunca mais parei”, disse Leonor Coelho, que salientou que “já tinha praticado uma grande variedade de desportos, mas foi o Voleibol que despontou algo mais forte em mim”.

“CHEGAR ATÉ ONDE FIZER POR MERECER”

Quanto ao futuro, Leonor Coelho não tem dúvidas… “Gostava de chegar até onde fizer por merecer. Continuarei a dar o meu melhor e a esforçar-me ao máximo, tentando desfrutar de cada momento”.

À parte o Voleibol e todas as novas experiências, Leonor Coelho estuda e confessa que tem sido difícil conciliar o desporto e os estudos: “muito sinceramente, tem sido um pouco difícil conciliar os estudos e os treinos, devido aos horários, que muitas vezes se sobrepõem”.

Mas as dificuldades não atrapalham os objetivos da atleta de Amares, para quem “as dificuldades como oportunidades” e, por isso, espera “seguir o curso de Medicina”.

Questionada sobre o que gostava de atingir este ano em termos desportivos, a jovem do SC Braga referiu que “no desporto é difícil fazer previsões a longo prazo. Evoluir dia-a-dia e jogo-a-jogo, é o que eu pretendo”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS