CICLISMO

Prémio de Ciclismo de Barroselas com chegada em montanha

O Prémio de Ciclismo de Barroselas, que a exemplo do ano passado se destina à categoria de Juniores, vai ter, este ano, chegada em montanha.

Esta é, pelo menos, a intenção da organização, que pretende que o Prémio de Ciclismo de Barroselas passe a ser uma prova em linha…

“Estamos a trabalhar para ser uma chegada em Montanha. Ou seja, partirá do local habitual no centro de Barroselas, e será uma prova em linha, deixando de ser circuito”, referiu Joel Monteiro, da organização do Prémio de Ciclismo de Barroselas.

Quanto a datas, aquele responsável afirmou que “ainda não temos data ao certo. Com esta situação da pandemia do Covid estamos a reagendar tudo”. Certo é que “é para realizar e, no seguimento do ano anterior, será na categoria de Juniores”.

 

JOÃO SILVA E DANIELA PEREIRA VENCERAM O ANO PASSADO

 

De lembrar que o ano passado João Silva (Bairrada) e a famalicense Daniela Pereira (Maiatos) foram os grandes vencedores do XXIII Prémio de Ciclismo de Barroselas, prova pontuável para o Campeonato do Minho de Ciclismo de Estrada – Arrecadações da Quintã.

A competição disputou-se debaixo de chuva o que obrigou o pelotão a efetuar as cinco voltas ao percurso, no total de 115,90 kms, de forma mais cautelosa e sem grandes tentativas de fuga.

O Prémio de Ciclismo de Barroselas é uma das provas com grande tradição no calendário de provas da ACM, tendo-se realizado já por 23 vezes e foi uma das poucas realizadas o ano passado. Aliás foi a segunda e última prova realizada no Minho antes do aparecimento da pandemia.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS