NATAÇÃO

SC Braga com seis nadadores no Open de Coimbra

O SC Braga leva seis nadadores ao Open de Natação “Coimbra – Rumo a Tóquio 2021”, que se realiza no fim de semana no Complexo Olímpico de Piscinas e que é mais um momento para os nadadores poderem atingir os mínimos para o Jogos Olímpicos.

Tamila Holub, José Paulo Lopes, Rafael Simões, João Sousa, João Carvalho e Carolina Peixoto são os atletas do SC Braga que marcam presença em Coimbra, com o grande objetivo de avaliar o trabalho que tem sido feito desde o natal. De referir que Tamila Holub já tem mínimos para os Jogos Olímpicos, enquanto José Paulo Lopes está a apontar a obtenção das marcas para o Campeonato da Europa, que se realiza em maio.

Devido às limitações impostas pela DGS, os tempos para participar nesta prova foram muito exigentes e limitaram o número de atletas a apresentar pelos clubes.

Luís Cameira, treinador do SC Braga, salientou que “esta é mais uma prova de avaliação do estado de forma dos nadadores. É o final de um macro ciclo, que termina nesta altura e esta prova permite-nos avaliar o que foi feito desde o Natal”.

Afirmando que “espero que estejam em forma”, Luís Cameira acredita que “os nadadores vão lutar, todos eles, pelos recordes pessoais, que é isso que queremos para esta prova”.

Tamila Holub e José Paulo Lopes, que este mês participaram no estágio em Altitude da Seleção Nacional e no FFN Golden Tour de Marselha, partem para este Open de Natação com outras exigências…

“A Tamila e José Paulo têm a sorte e a felicidade de terem outro tipo de preparação, com treinos em piscina de 50m, competições e estágios. Têm uma realidade diferente dos outros, também é um investimento pessoal nos nadadores, que dedicam o seus dia a dia à natação. Claro que partem para este Open com outras responsabilidades”, referiu Luís Cameira, que garante que espera deles “mais do que aquilo que eles mostraram no Treino Competitivo e até em Marselha. Têm de estar melhores do que nessas duas provas”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS