CICLISMO

Beatriz Pereira nos treinos da Seleção Nacional

Beatriz Pereira, ciclista de Famalicão que alinha pelo Bairrada, participou no fim de semana no estágio da Seleção Nacional de Estrada feminina, que se realizou no Centro de Alto Rendimento de Anadia.

A ciclista famalicense mostrou-se feliz por merecer a confiança da selecionadora e mostrou-se satisfeita com o estágio…

“O estágio correu lindamente. É sempre bom ser convocada para os estágios com a Seleção Nacional porque é um voto de confiança em nós e no nosso trabalho”.

 

“FORAM DIAS COM TREINOS DUROS…O QUE ME AJUDOU ”

 

Beatriz Pereira considerou que “foram dias com treinos duros, o que me ajudou porque foi a primeira vez que testei a minha forma física este ano e e saio feliz com a prestação que tive” e adiantou: “é sempre bom para saber em que pontos nos devemos focar mais no trabalho dos próximos meses e receber dicas para melhorarmos”.

Esta não foi a primeira vez que Beatriz Pereira foi chamada aos trabalhos da Seleção Nacional… “Felizmente tenho sido chamada com alguma frequência e cada vez mais têm se realizado mais estágios para trabalhar com as atletas. Em 2019 estive em diversos estágios, em 2020 cheguei a estar em três, houve menos por causa da pandemia. E este ano é o primeiro”.

 

“TRABALHOS ESTÃO A CORRER BEM”

 

Beatriz Pereira saiu satisfeita com o trabalho desenvolvido no estágio. Isso significada que, apesar da pandemia, tens trabalhado bem?

“Creio que estou a trabalhar bem. Esta época como Júnior de segundo ano é um ano muito importante e de maior foco no ciclismo. Por isso, tento trabalhar bem”.

De resto, Beatriz Pereira não se deixa afetar pela falta de competição e garante que os treinos estão a correr bem…“os trabalhos têm corrido bem. Consigo, perfeitamente, motivar-me com corridas, vendo os efeitos do treino, os números a melhorar mês após mês e sentindo-me mais forte. Para não falar que me dá tempo para preparar melhor as competições e ter uma base de trabalho melhor”, mas “obviamente que com corridas a evolução é mais rápida porque percebemos aquilo em que não estamos tão fortes e vamos fazendo pequenos ajustes”.

Quanto a objetivos para a presente época, que deve arrancar a 18 de abril para as femininas, Beatriz Pereira garante que “quero melhorar os meus números, aprender e, se possível, ser selecionada para correr pela Equipa Portugal e fazer bons lugares no estrangeiro. De resto, só o tempo ditará os objetivos para as competições nacionais”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS