CICLISMO

Carina Viana “o foco é evoluir treino após treino”

“O foco é evoluir treino após treino para, quando as competições chegarem, estar à altura de conseguir disputar as corridas” é assim que Carina Viana, ciclista de Viana do Castelo que alinha na Academia de Ciclismo de Paredes, encara a nova época desportiva, que ainda não tem data certa de arrancar.

A ciclista de Viana do Castelo, que fez a sua formação na Tensai/Sambiental/Santa Marta, já trabalha há algum tempo e assegura que “neste momento o principal objetivo é superar-me a mim própria” e adiantou que “tudo o resto vai depender das provas que existirem”.

Carina Viana salientou que “como não sabemos quando vai começar e como vai ser a época, neste momento não tenho grandes objetivos. O foco é trabalhar diariamente, é superar-me para estar preparada”.

Quanto aos trabalhos a ciclista de Viana do Castelo afirmou que “estão a correr bem, dentro dos possíveis e de todas as restrições”. Nesta altura Carina Viana não consegue fazer treinos com a equipa “fazemos treinos individuais, mas somos sempre acompanhados pelo treinador”.

Nesta fase Carina Viana divide o trabalho com os treinos do Ciclismo… “Tenho de conciliar o trabalho com os treinos. Nesse sentido, durante a semana opto por fazer treinos nos rolos, pois chego a casa de noite e não arrisco muito ir para a estrada sozinha. Entre os treinos de rolo também faço alguns exercícios de força e core. Ao fim de semana tenho mais disponibilidade e aproveito para fazer treinos mais longos na estrada”.

“TENHO-ME SENTIDO MOTIVADA”

Apesar das restrições e do sucessivo adiamento do calendário de provas, Carina Viana diz-se motivada para a nova temporada.

“De facto tem havido alterações no calendário devido a esta situação de pandemia. Mas tenho-me sentido motivada. Até porque acredito num amanhã melhor e acredito que a qualquer momento as coisas vão mudar e tudo vai voltar ao normal. Quando isso acontecer sei que tenho de estar preparada para o que vier. É claro que fico triste porque nesta altura podíamos estar todos a entrar em competição, a fazer aquilo que mais gostamos e na realidade estamos em casa à espera que saiam notícias relativamente à época que irá começar”, disse a ciclista de Viana do Castelo.

“O CICLISMO NÃO É SÓ COMPETIÇÃO…TEMOS AS AMIZADES QUE CRIAMOS”

Há um ano Carina Viana já tinha participado nas provas de Pista e marcou presença no Prémio de Ciclismo de Barroselas… “tudo deixa saudades” refere a ciclista vianense, que recorda que “de um momento para o outro tivemos de nos afastar de tudo. O Ciclismo não é só competição também temos as amizades que criamos e tudo isso deixa saudades. Apesar de continuarmos a manter contacto uns com os outros, não é a mesma coisa”.

“As provas fazem falta em todo o sentido. Não só porque o Ciclismo é um desporto que gosto imenso de praticar, mas também servem para nós testarmos e sabermos em que ponto nos encontramos em relação aos melhores. E depois claro que também já sinto falta daquele nervosismo antes da corrida”, referiu Carina Viana.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS