BASQUETEBOL

Cristina Carvalhosa: “estamos com muitas saudades e muita vontade do regressar”

“As atletas estão com muitas saudades e muita vontade de regressar. Estamos todos” disse Cristina Carvalhosa, treinadora da equipa feminina de Sub-14 do BC Limiense, a propósito da reação da equipa ao confinamento.

A equipa limiense, que na época 2019/20 arrecadou o título de Campeã Regional e Campeã Distrital de Sub-14, está parada há, praticamente, um ano… A pandemia foi, particularmente, punitiva para o clube de Ponte de Lima, que acabou por ter muito pouco tempo de treino e, como toda a Formação, não tem competição há um ano.

Com o novo confinamento, Cristina Carvalhosa optou por não manter treinos à distância, mas vai mantendo o contacto com as atletas…

“Não temos feito trabalho à distância, vamos conversando num grupo que temos para manter a ligação, enquanto esperamos que tudo isto passe”, disse a treinadora do BC Limiense.

Apesar de mais um confinamento e da equipa já não ter competição há, praticamente, um ano, Cristina Carvalhosa acredita que não haverá abandonos na equipa de Sub-14.

“Não tínhamos muitas atletas. No total eram sete atletas nas Sub-14 e treinávamos com algumas, poucas, atletas de Sub-12. As Sub-14, tirando a parte dos confinamentos obrigatórios, raramente falhavam aos treinos. Por isso, não receio que abandonem, acho que não vai acontecer”.

“O problema é saber quando é que tudo voltará à normalidade. Para além dos treinos, os jogos que são tão motivadores para se treinar durante a semana. Vamos esperar que tudo regresse à normalidade possível em breve”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS