CICLISMO

Pedro Silva “estou ansioso pela primeira corrida”

“Estou ansioso pela primeira corrida” disse Pedro Silva, ciclista de Barcelos que representa, pelo segundo ano consecutivo, a Rádio Popular-Boavista, a propósito da nova temporada.

O ciclista barcelense, que em 2019 se sagrou Campeão Nacional de Fundo em Juniores, pela Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact, já retomou os trabalhos de preparação há algum tempo e garante que “a preparação está a correr bem”.

Pedro Silva participou no estágio da equipa, que se realizou antes do novo confinamento e considera que “apesar de ter sido curto, serviu para conhecer os novos atletas e fortalecer a amizade com o staff e com os atletas que permaneceram na equipa”.

A IMPORTÂNCIA DE TER COLEGAS DO MINHO

O facto da Rádio Popular-Boavista possuir alguns ciclistas do Minho – Vinícius Rodrigues, João Benta e Tiago Machado – é importante para ti?

“É sempre importante, pois assim tenho a possibilidade de treinar com eles, como é o caso do João Benta!”, referiu Pedro Silva, que referiu que “nesta altura é mais complicado treinar em equipa, faz-nos falta, mas as restrições não o permitem. Temos de trabalhar sozinhos”.

Pedro Silva estreou-se o ano passado nos Sub-23 e pela Rádio Popular e confessa que “estou muito feliz por continuar mais um ano na Rádio Popular-Boavista. É uma equipa recheada de atletas que sempre admirei e considero que é a equipa certa para continuar a minha evolução!”.

“ADAPTEI-ME BEM AO NOVO ESCALÃO”

Como tem sido a experiência nos Sub-23? A mudança de equipa, de colegas, as provas? “Penso que me adaptei muito bem ao novo escalão. Os treinos agora são um pouco mais longos e com um pouco mais de intensidade, mas faz parte da evolução” disse Pedro Silva, que adiantou que “fiquei feliz com o que encontrei na Rádio Popular-Boavista e estou satisfeito por continuar ligado a uma equipa que me vai ajudar a evoluir. A equipa para 2021 penso que vai ser muito completa, e estou ansioso por o futuro! Das provas penso que não posso dizer nada…foi um ano com muito poucas competições devido à pandemia”.

Pedro Silva não se deixa desanimar com a atual situação “temos de trabalhar o melhor possível para estarmos bem quando as corridas forem para a estrada”, mas confessa que “o meu maior receio é que não haja corridas este ano…”.

“SE TIVER OPORTUNIDADE IREI AGARRÁ-LA COM TODA A FORÇA E DETERMINAÇÃO”

Quanto a objetivos, Pedro Silva não tem dúvidas: “os meus objetivos para esta época passam por ajudar a minha equipa a tentar cumprir os objetivos propostos” e adiantou que “se tiver uma oportunidade irei agarrá-la com toda a força e determinação”.

Pedro Silva mostra-se assim confiante para a nova temporada e acredita que “a equipa vai fazer uma excelente temporada”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS