VOLEIBOL

Vitória SC à procura dos pontos frente ao Nun’Álvares

O Vitória SC desloca-se sábado ao recinto do Ala Nun’Álvares de Gondomar, em partida da quarta jornada da Série dos Últimos do Campeonato Nacional da I Divisão masculina de Voleibol, com a firme disposição de vencer o jogo.

A equipa treinada por Luís André Paço não teve uma boa estreia nesta fase, tendo perdido com a AAS Mamede (3-2) e Leixões (0-3), mas está determinado em retomar o caminho das vitórias e abandonar os lugares que dão acesso à despromoção.

LUÍS ANDRÉ PAÇO: “PREPARADOS PARA LUTAR PELA VITÓRIA ”

“Não entramos bem nesta fase. Perdemos frente ao AAS Mamede por 3-2, depois de termos estado a ganhar por 0-2, e frente ao Leixões por 0-3. Não conseguimos contrariar o adversário. Tivemos um dia mau e ao Leixões correu tudo bem” começou por afirmar Luís André Paço, que adiantou que “estes dois resultados não abalam a nossa confiança. Acreditamos que vamos conseguir dar a volta e estamos preparados para lutar pela vitória já no próximo jogo”.

Luís André Paço considera que “o jogo de sábado é muito importante, pois vamos defrontar um adversário direto na corrida pela manutenção, que é e sempre foi o nosso grande objetivo. Sabemos que vai ser um jogo complicado, mas só a vitória nos interessa, por isso, vamos trabalhar no sentido de alcançar a vitória”.

O treinador do Vitória SC considera que “temos equipa para, em condições normais, lutarmos pela vitória”, mas referiu que “os jogos ganham-se em campo, dando o máximo em todos os jogos”.

“VITÓRIA SC TEM UMA EQUIPA DE GRANDE VALOR ”

Para Luís André Paço: “o Vitória SC tem uma equipa capaz, de grande valor, mas é uma equipa muito jovem. No sábado, frente ao Leixões, tivemos um dia mau, mas no final do jogo a vontade deles era o de jogar de imediato ou no dia seguinte para mostrar o seu verdadeiro valor e fazer o que sabem”.

Estes dois primeiros jogos deixaram marcas na equipa? “Não. A equipa tem treinado bem e toda a gente está disponível para jogar a 200 por cento frente ao Nun’Álvares. Durante a semana trabalhamos muito o aspeto tático e técnico, mas também o mental para estarmos fortes no sábado”.

Sobre o Nun’Álvares, Luís André Paço referiu que “é uma equipa que já defrontamos na primeira fase e ganhamos por 3-1. Reforçou-se para esta fase final com um atleta venezuelano e tem no seu plantel jogadores muito experientes, que já jogam na I Divisão há muitos anos. Temos de ter cuidado com a experiência deles e temos de ser mais espertos. É certo que temos mais potencial, atletas mais altos e fortes, mas só isso não chega”.

“NADA ESTÁ DECIDIDO NESTA ALTURA”

“Temos uma equipa que vale pelo seu todo e que está consciente da importância do jogo de sábado. Sabemos que temos de estar no nosso melhor, jogar concentrados e trabalhar para vencer. Quem trabalhou melhor durante a semana sabe que tem o lugar garantido ao fim de semana, mas sabe também que tem de estar no seu melhor para podermos vencer”.

Nesta altura, com dois jogos realizados por parte do Vitória SC, considera que tudo esta ainda em aberto? “Nada está decidido nesta altura. Não entramos bem, mas podemos ir para o local que queremos já nos próximos tempos. Temos um calendário que nos poder permitir dar o salto para o topo da classificação. Este sábado temos uma deslocação complicada, mas depois temos dois jogos em casa. Se vencermos estes três jogos acabamos por ir para a posição que queremos. Claro que antes de jogar não há pontos e temos mesmo de os ganhar”.

PROGRAMA DE JOGOS
15h: Castêlo da Maia – Sporting
16h: Esmoriz – Fonte Bastardo
16h: Benfica – SC Espinho
16h: CN Ginástica – Clube K
17h: VC Viana – SC Caldas
17h: Ala Nun’Álvares Gondomar – Vitória SC
18h: Leixões – AAS Mamede

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS