CICLISMO

Pedro Pinto (Seissa) preparado para a subida a Júnior

Pedro Pinto é uma das grandes promessas da equipa Júnior da Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact para 2021. O ciclista da Costa, Guimarães, está fortemente empenhado em ter uma boa estreia no escalão e para isso, garante, “já estou a trabalhar”.

Pedro Pinto regressou aos trabalhos há algum tempo e considera que “os treinos estão a correr melhor que o esperado, aos poucos vou melhorando cada vez mais e ficando mais forte!” e adiantou que “o trabalhado de pré-época é dos mais importantes e dos mais custoso!”.

RESTRIÇÕES IMPEDEM TREINO COM A EQUIPA

Pedro Pinto poucas vezes treinou com a equipa nesta fase de pré-época: “as restrições cada vez são mais exigentes e impedem que haja treino de equipa! Agora tenho treinado mais no rolo dado às mudanças climáticas e quando saio vou sempre sozinho! ”.

De resto: “até aqui era muito difícil de treinar na rua devido ao frio e ao gelo que se criava na estrada. Evitava ir muito cedo porque assim diminuía o risco de cair! Como aconteceu a alguns colegas e amigos meus”.

O facto de treinares longe da equipa desmotiva-te? “Eu gosto imenso dos treinos de equipa! Os treinos de equipa acabaram, o que me deixa um pouco triste, mas não é razão suficiente para que fique desmotivado” disse Pedro Pinto, que adiantou: “e como nos encontramos em pré-época também tenho de fazer um trabalho mais individual”.

“SEI QUE CORRER EM JUNIORES REQUER OUTRO NÍVEL DE EXIGÊNCIA”

Pedro Pinto sobe este ano ao escalão Júnior, quase sem ter feito corridas no seu último ano de Cadetes devido à pandemia Covid-19. O ciclista de Guimarães mostra-se ciente das dificuldades que vai encontrar este ano, mas garante está a trabalhar para agarrar um lugar no pelotão nacional…
“Sei que correr em Juniores requer outro nível de exigência… e já ando a trabalhar para o alcançar e quem sabe ultrapassa-lo! Sei que é muito difícil e requer um esforço físico e psicológico de outro nível”.

Para Pedro Pinto as grandes diferenças entre o que vai encontrar este ano para o de Cadetes prendem-se “com o volume de treino e a intensidade do mesmo! Penso que será mais difícil adaptar-me ao aumento da intensidade de treino, mas cada coisa a seu tempo, não há pressas…estou a trabalhar para melhorar de dia para dia”.

Assustam-te as grandes provas de Juniores, com muitos quilómetros e com mais que um dia de corridas? “Não, de forma alguma! Estou pronto para as receber de braços abertos!”.

“OBJETIVOS? AJUDAR A EQUIPA…FAZER UM BOM ANO DE JÚNIOR”

Quanto a objetivos para a nova época, o ciclista da Costa não tem dúvidas: “para já os objetivos passa por conseguir ajudar a equipa independente da situação. Depois espero ter um bom ano enquanto Júnior”.

Afirmando-se “bastante confiante para a nova temporada ”, Pedro Pinto garante que “não se deixa abater com a questão da pandemia. Trabalho com a convicção que as corridas de vão realizar nas datas previstas”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS