CICLISMO

Carlos Viana aspira ao Top5 Nacional de XCO

SONY DSC

Carlos Viana aspira ao Top5 das provas Nacionais (Campeonato Nacional e Taça de Portugal) de BTT XCO. O ciclista de Guimarães já retomou os trabalhos de preparação para a nova temporada em que se vai estrear no escalão de Sub-23.

Carlos Viana garante que “os treinos estão a correr bem, comecei a pré-época cedo para ter tempo de me adaptar, novamente, à rotina, após uma longa paragem que fiz por motivos pessoais. Neste momento já estou a treinar bastante e com qualidade para entrar bem no regresso às competições”.

“FRIO DESAGRADÁVEL…MAS NÃO SE PODE TORNAR UM IMPEDIMENTO ”

Interrogado sobre se as baixas temperaturas das últimas semanas não o afastam dos treinos, Carlos Viana referiu que “o frio acaba por se tornar desagradável porque deixa as estradas perigosas, com o gelo, mas não se pode tornar um impedimento porque nas provas as temperaturas também podem ser baixas e temos de estar adaptados”.

Carlos Viana aproveita a fase de pré-época para diversificar os treinos: “nesta altura de pré-época faço treinos bastante diversificados, não só em cima da bicicleta, em que faço treinos de Estrada, BTT, Ciclocrosse e Enduro, como bastante trabalho de ginásio e algumas caminhadas/corridas”.

Quanto a objetivos, o ciclista que completou 18 anos em setembro, salientou que “nesta época, sendo a minha primeira época no escalão de Sub-23, um escalão bastante competitivo devido à diferença de idades dentro do escalão, tenho como objetivos entrar no Top5 Nacional na vertente de XCO e fazer classificações positivas nas competições nacionais das outras vertentes do BTT em que participar”.

ABERTO A NOVAS EXPERIÊNCIAS, MAS FOCO NO XCO

Carlos Viana confessa que “gostava de ter algumas experiências em XCE, XCC e XCM, mas devido à situação atual prefiro gerir as coisas de acordo com o dia a dia, não tendo objetivo concreto de participar em determinada corrida fora das nacionais de XCO, modalidade que é a minha aposta”.

Em cima da mesa, caso não sofra alteração, está a possibilidade de fazer a época de Ciclocrosse, que está prevista para o mês de fevereiro “é uma hipótese”, disse Carlos Viana.

“DIVIDIR O CICLISMO COM OS ESTUDOS NEM SEMPRE É FÁCIL”

O ciclista de Guimarães divide os treinos de ciclismo com os estudos. Está a tirar o Curso de Ciências de Nutrição no Porto: “dividir o ciclismo com os estudos nem sempre é fácil, um pouco devido ao facto da universidade que frequento ser no Porto e me obrigar a ficar lá durante a semana”, mas “tento sempre encontrar um equilíbrio para conseguir fazer os treinos com qualidade e concretizar os meus objetivos académicos ao mesmo tempo”.

Sobre o curso que está a tirar, Carlos Viana salientou que “ apesar da complexidade e exigência do curso, estou a gostar bastante”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS