CICLISMO

Diogo Almeida na Team Porminho-UCT

Diogo Almeida, ciclista de Famalicão que fez a sua formação na EFAPEL, vai representar a recém-formada equipa de Sub-23 Team Porminho-UCT.

A União de Ciclismo da Trofa decidiu avançar com a criação de uma equipa de Sub-23, que conta já com um grupo de 12 ciclistas, sobretudo no norte do País. Diogo Almeida, que se estreou na época finda no escalão de Sub-23 pela EFAPEL, é um dos nomes mais sonantes da equipa trofense e parte para a nova época com muitos sonhos.

PONTUAR NA PROVA DE ABERTURA PARA MARCAR PRESENÇA NA VOLTA AO ALENTEJO

“Parto muito motivado para a nova época e com muitos objetivos. Desde logo a ideia é fazer pontos na Prova de Abertura. Queremos estar presentes na Volta ao Alentejo e, por isso, temos de dar o máximo logo na primeira prova do ano”.

Em termos pessoais “os meus objetivos passam, em primeiro, por ajudar sempre a equipa a atingir suas metas. Depois ambiciono muito marcar presença no Campeonato Nacional. Tentar fazer mais e melhor do que fiz este ano” disse Diogo Almeida, que adiantou que “se voltarem a levar a Seleção à Volta a Portugal gostava imenso de fazer parte dela. Vou trabalhar nesse sentido pois era um grande passo para a minha carreira”.

“TREINOS ESTÃO A CORRER BEM”

Diogo Almeida já está a trabalhar há cerca de seis semanas e garante que “os treinos estão a correr bem. Tenho estado a treinar com os meus colegas de equipa, pois somos quase todos do Norte. Vamo-nos reunindo ao fim de semana para treinar em conjunto. De resto, temos feito muitos treinos aeróbicos, que são necessários nesta fase da época. Ao mesmo tempo vamo-nos conhecendo melhor, criando espírito de grupo para estarmos preparados para quando começarem as corridas”.

O ciclista de Famalicão não teve a estreia que sonhava em Sub-23. O ano ficou marcado pela pandemia e pelo adiamento e cancelamento de provas…

“O ano de 2020 não deixa grandes saudades. Parti com muitas expetativas. Estava numa equipa continental e sabia que poderia ficar lá mais um ano se as coisas corressem bem…mas não foi um bom ano. O escalão de Sub-23 é muito diferente dos Juniores. Não estamos preparados para o que vamos encontrar. As exigências são muito diferentes, o ritmo é muito elevado durante mais horas. Depois na estrada nota-se quem treinou bem e quem não se preparou convenientemente”.

“CONFIANTE NUMA BOA ÉPOCA”

“Eu até comecei bem a época, a Prova de Abertura até nem me correu mal, fiz o que me foi pedido. Depois foi um ano atípico, percebi nas poucas corridas que fiz que tinha de trabalhar mais, crescer mais e ganhar outra mentalidade. Como houve poucas corridas não tive tempo de me mostrar como estava e de evoluir” referiu Diogo Almeida, que considera que “este ano vou para uma equipa de Sub-23, em que terei mais chances de fazer o meu trabalho. Estou confiante numa boa época. O Trofa dá-nos todas as condições que precisamos para evoluir, para crescer e mostrar trabalho. Temos toda uma equipa bem estruturada e formada pelo senhor Bruno, com atletas que se encaixam uns nos outros. Foi-se buscar um bocadinho de tudo para podermos atacar em todas as frentes. Não vamos brilhar individualmente, mas como equipa e isso é muito importante para nós, para o clube e para os patrocinadores”.

A Team Porminho já se reuniu há duas semanas e tem o primeiro estágio da equipa marcado já para o próximo fim de semana.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS