VOLEIBOL

Beatriz Vilaça assume equipa técnica das Juniores B do SC Braga

Beatriz Vilaça é a nova treinadora principal da equipa de Juniores B (Sub-21) de Voleibol feminino do SC Braga, formação que está na luta pelo apuramento ao Campeonato Nacional de Juniores B 1.

Beatriz Vilaça, que já era a treinadora das Juniores A, assume agora a equipa técnica das Juniores B, substituindo João Peixe, que rumou ao Vitória SC.

Carlos Dias, coordenador da Formação do SC Braga, que assume agora o papel de adjunto nas Juniores, referiu que a saída de João Peixe não vai alterar o projeto do clube…

“Nós felizmente somos mais pequenos que os projetos, que têm uma dimensão e as pessoas que estão devem ou não abraçar. O João Peixe procurou melhores condições e a nós resta-nos continuar a trabalhar e dar seguimento ao projeto. Vamos trabalhar com quem ficou. A Beatriz Vilaça já fazia parte da equipa, é a responsável pela equipa de Juniores A e assume agora a equipa técnica das Juniores B. Eu farei aqui o papel de aproximação para colaborar e ser o treinador adjunto”, disse Carlos Dias.

“Reformulada a equipa técnica, agora vamos dar seguimento à ideia inicial. Claro que tudo isto exige mais das pessoas. Acabamos por ter menos gente e mais trabalho, mas a mesma vontade de levar o projeto em frente”.

 

“NA BASE DO PROJETO ESTÃO AS ATLETAS”

 

O projeto do SC Braga passa sempre pelas atletas: “na base do nosso projeto estão as atletas, o seu potencial e a dinâmica que elas têm. Isso é que faz ditar o ritmo de trabalho, uma condição extremamente importante. Nós treinadores temos alguma importância, porque somos quem tem de dirigir as equipas, mas o importante é o projeto e si e o clube. Nós faremos de tudo para dar seguimento ao projeto”.

Quanto aos objetivos das Juniores B, Carlos Dias referiu que “esta fase de apuramento foi a forma que a FPV encontrou para poder estruturar uma competição de Juniores B mais alargada, o Juniores B1. Claro que estando nesta fase, e exemplo que que acontece em qualquer outro escalão, queremos ganhar e queremos ficar em primeiro para subirmos aos Juniores B1. Tivemos um primeiro resultado que nos prejudicou, perdemos 3-0 com o AVC e isso limitou-nos bastante os objetivos. Mas o campeonato está equilibrado e estamos na luta”.

 

SC BRAGA DELOCA-SE HOJE AO RECINTO DO AVC FAMALICÃO

 

O SC Braga desloca-se esta noite ao terreno do AVC Famalicão, jogo que está marcado para as 20.30 horas, e Carlos Dias salienta que “é um jogo que vai ditar o que podemos ter como margem. É certo que o nosso objetivo é lutar pela vitória e vencer o grupo porque só assim conseguimos subir à I Divisão”.

Interrogado sobre como reagiu a equipa à saída do treinador, com quem já trabalhavam há uns anos, Carlos Dias referiu que “quem é desportista tem de ter ambição para fazer sempre melhor independentemente de quem está à frente. É uma mudança, temos de nos adaptar e a partir daqui vamos dar tudo. Infelizmente o João Peixe saiu, agora temos de arranjar formas para dar seguimento à competição, vamos ver como corre o jogo de hoje, que, emocionalmente, é determinante para seguir, apesar das mudanças, com a dinâmica de grupo e a ambição”.

De referir que a equipa de Sub-21 é composta por três gerações de atletas: as que jogam nas Seniores, as Juniores B e as Juniores A. “As Juniores B é uma equipa composta por vários patamares e escalões…é uma equipa composta por atletas que têm um potencial interessante. É um escalão que serve também para dar tempo de jogo e experiência às atletas, que estando nas Seniores não jogam muito. Aqui podem ganhar ritmo e experiência e potenciar o seu valor”.

 

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS