CICLISMO

Hélder Gonçalves e a ambição de correr a Volta a Portugal

“Correr a Volta a Portugal” é o grande objetivo de Hélder Gonçalves, ciclista de Barcelos que vai para o seu terceiro ano ao serviço da Kelly/Simoldes/UDO.

O ciclista barcelense já está a trabalhar há algum tempo… “dei início esta semana a um trabalho mais duro e específico. Até aqui tenho andado de bicicleta e feito algumas horas. Tem sido difícil por causa deste tempo, mas a verdade é que as condições climatéricas nunca me impediram de sair”.

Hélder Gonçalves considera que “os trabalhos têm corrido bem e estou motivado para iniciar a minha época, se tudo correr como previsto, e assim espero, na Volta ao Algarve”, prova que está agendada para fevereiro (17 a 21).

O ciclista de Barcelos diz-se “muito satisfeito por continuar na Kelly, pois gosto imenso de correr aqui”.

Este ano a Kelly conta nas suas fileiras com cinco ciclistas do Minho: Hélder Gonçalves e Pedro Miguel Lopes, que continuam da época passada, o consagrado César Fonte, João Salgado e o ‘caloiro’ em Sub-23 Ricardo Machado.

“É um bom poder contar com um grupo de ciclistas que conheço bem. Alguns foram meus colegas de equipa e são companheiros espetaculares” referiu o ciclista de Barcelos.

Relativamente a 2020, Hélder Gonçalves não ficou com grandes recordações: “foi uma época difícil. Apenas fiz uma única corrida, que fechei no top10”.

Agora “é olhar em frente. Estou muito motivado para a nova temporada. Estou a trabalhar bem e acredito que posso fazer coisas positivas”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS