BASQUETEBOL

Vitória SC determinado vence Galitos FC

O Vitória SC deslocou-se ao Barreiro e bateu o Galitos, por 66-82, em jogo da oitava jornada da Liga Placard masculina de Basquetebol.

A equipa treinada por Carlos Fechas entrou muito forte no jogo, demonstrando de forma clara as suas intenções. Venceu o primeiro período por 5-16. O conjunto da casa, que chegou a esta jornada sem qualquer vitória, reagiu e aproveitou um momento menos bom do Vitória SC para vencer o quarto 28-24, mas a equipa de Guimarães chegou ao intervalo na frente do marcador 33-40.

O intervalo foi benéfico para o Vitória SC, que entrou determinado e venceu o terceiro período por 16-18, aumentando a contagem final (49-58). O quarto período foi o confirmar da vitória dos homens de Guimarães (17-24), que fecharam o jogo em 66-82.

CARLOS FECHAS: “SATISFEITO COM A RESPOSTA DA EQUIPA”

Carlos Fechas mostrou-se satisfeito com a resposta dada pela sua equipa neste jogo, que marcou o regresso à competição depois de três semanas de paragem…

“Estamos muito satisfeitos com a resposta dada pela equipa. Sabíamos que a equipa estava preparada e até ansiosa por regressar à competição. Estiveram bem”.

Sobre o jogo o treinador do Vitória SC referiu que “estivemos muito bem no início, demonstramos ao que íamos e cumprimos muito bem o plano do jogo. Depois tivemos alguns problemas de faltas dos jogadores interiores, que nos levaram a ter de recorrer a uma equipa externa mais baixa e estendemos a defesa, mas não resultou e eles encostaram um bocadinho”, e adiantou: “na segunda parte voltamos à estratégia inicial. Conseguimos controlar o jogo muito bem, conseguimos algum conforto conforme o jogo foi avançando, aqui e ali não fugimos muito no marcador, mas tínhamos uma margem de segurança. Na parte final conseguimos aumentar a vantagem, quando fizemos, dois ou três cestos seguidos acabamos com a resiliência do Galitos e a partir daí já nada podiam fazer”.

Sobre a paragem tão prolongada do campeonato, Carlos Fechas afirmou que “não compreendo esta situação. A jogar ao mais alto nível não se pode, nem se deve estar três semanas sem uma competição. Não compreendo o porquê desta decisão. Regressar depois de tanto tempo sem jogar podia ser complicado. Claro que nós tentamos arranjar jogos-treino para tentar minimizar os efeitos desta paragem e conseguimos ter a equipa preparada”.

Carlos Fechas aproveitou, no entanto, a paragem para trabalhar outros aspetos: “permitiu-nos preparar outras questões do nosso jogo de forma a ter mais assertividade, desmontando-as e indo à base novamente. Falamos e treinamos coisas de forma a introduzi-las no nosso jogo de forma mais sólida e constantes”.

Esta paragem permitiu ainda ao Vitória SC recuperar alguns atletas que se encontravam tocados, embora João Ribeiro e Ricardo Monteiro, os casos mais complicados, continuem em recuperação…“ainda temos lesões, mas conseguimos ‘comprar’ aqui algum tempo de forma a tentar recupera-los para os próximos jogos”.

No próximo fim de semana, o Vitória SC tem jornada dupla. Sexta-feira mede forças com o Maia Basket e no domingo vai ao CAB Madeira e o objetivo é só um: ganhar.

“VAMOS TER UM VITÓRIA SC GUERREIRO E AMBICIOSO”

Interrogado sobre que Vitória SC podemos esperar nesta nova fase da época, Carlos Fechas foi peremptório “vamos ter um Vitória SC guerreiro e ambicioso” e adiantou que “o Vitória SC vai continuar a ser o que já vinha a ser, a equipa continua o seu processo de crescimento, sentimos que está no caminho certo, cada vez mais os atletas percebem o que têm de fazer dentro do campo e conhecem-se melhor. Portanto, vamos ter um Vitória SC guerreiro e ambicioso, à procura de ganhar todos os jogos…é isso que nós queremos”.

A Liga Placard entrou este fim de semana numa nova fase. Com oito jornadas decorridas, Carlos Fechas considera que o campeonato está renhido…

“O campeonato tem sido, mais ou menos, o que era expectável. Na frente estão as equipas do costume, mais ou Lusitânia, o Imortal e mais uma ou duas equipas que, neste momento, também estão na luta. Dependendo do calendário algumas equipas estão mais abaixo ou acima na classificação, mas no cômputo geral o campeonato está a ser o que se esperava. Penso até que, fruto de tudo o que se está a passar, mesmo com a questão da pandemia, o desinvestimento, o campeonato não está pior do que o ano passado”.

Quanto à campanha do Vitória SC? “Claramente estamos melhor do que estávamos o ano passado por esta altura”, disse o técnico do Vitória SC, que adiantou: “estamos melhor no desenvolvimento da equipa e pretendemos seguir o trajeto, continuar a melhorar como equipa e continuar a discutir o campeonato. Essa é a nossa ambição. Melhorar, crescer como equipa e discutir jogo a jogo as decisões do campeonato”.

RESULTADOS

Galitos – Vitória SC, 66-82

Esgueira Basket – SC Lusitânia, 65-80

Benfica – Ovarense, 92-73

CAB Madeira – Imortal, 75-94

PROGRAMA JOGOS

Domingo

11 h: Oliveirense – FC Barreirense

11h: Maia Basket – Académica

Fotos: FPB

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS