CICLISMO

José Dias: “decidi tentar uma nova oportunidade”

“Decidi tentar uma nova oportunidade” foi assim que José Dias, ciclista de Fragoso, começou por abordar o seu ingresso na equipa espanhola do Buff Scott MTB.

O ciclista barcelense confessa que “recebi o convite e mediante as ideias e o projeto que me apresentaram decidi aceitar, é uma nova oportunidade para aprender e crescer”.

Quanto a objetivos, José Dias referiu que “com tudo isto que estamos a ultrapassar devido à Covid-19 não se pode traçar objetivos, o futuro ainda está muito incerto”, mas “gostaria de estar bem nos principais objetivos da equipa”.

 

“FORAM TRÊS ANOS DE APRENDIZAGEM”

 

José Dias dá assim por encerrada uma ligação de três anos com a equipa italiana da Racing DMT Team.

“Foram três anos de muita aprendizagem. Foi aqui que tive as minhas maiores lições neste mundo de competição. Tive colegas de equipa que me ajudaram imenso, cresci muito como atleta e olhando para trás acho que saio com um saldo positivo”.

José Dias já regressou aos treinos, depois de curto período de férias… “já vou na segunda semana de preparação. Até ao momento estão a correr bem, estou numa fase de retoma sem grandes cargas e intensidades, aproveitando para usufruir um pouco da bicicleta, que também faz falta”.

 

“TERMINO COM UM BALANÇO BASTANTE POSITIVO”

 

O ano de 2020 foi bastante afetado pela pandemia e impediu a realização de muitas competições. Mesmo, assim José Dias faz um balanço positivo, até porque se sagrou Vice-Campeão Nacional de XCO e XCM, venceu a segunda prova da Taça de Portugal de XCO, disputada em Guimarães, fez segundo no Granfondo Del Matese, entre outros resultados.

“Termino o ano com um balanço bastante positivo. Apesar de ser um ano muito atípico tentei apresentar-me a um bom nível e estar na discussão de algumas provas”, disse José Dias.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS