CICLISMO

Marco Marques no Manuela Fundación

Marco Marques, ciclista de Viana do Castelo que fez a sua formação na Tensai/Sambiental/Santa Marta, vai representar na próxima época a equipa espanhola de Sub-23 Manuela Fundación.

O ciclista de 19 anos, que na última época alinhou pela Sicasal/CM Torres Vedras, tem assim a sua primeira experiência num clube estrangeiro, tendo como principal objetivo aprender e evoluir no ciclismo.

“É um projeto ambicioso, com grande margem para evoluir e um bom sítio para aprender a falar mais fluente outra língua e evoluir bastante que é isso que espero para este ano” foi assim que Marco Marques começou por abordar o seu ingresso no Manuela Fundatión.

Marco Marques sabe que “esta mudança significa mais trabalho e mais responsabilidades, mas também é isso que eu espero para poder evoluir”.

“JÁ ESTOU A TRABALHAR”

Preparado para a nova aventura? “Sim. Já estou a trabalhar. Estou a fazer uma boa pré-época, com uma boa ajuda e está tudo a correr bem”, disse Marco Marques, que adiantou: “sinto que posso vir a conquistar bons resultados”.

Quanto a objetivos, o ciclista de Santa Marta de Portuzelo, Viana do Castelo, não tem dúvidas… “Quero evoluir, evoluir muito. Quero aprender novas culturas, melhorar o castelhano e sempre que me for dada a oportunidade ou tiver chance de fazer algo, vou agarrá-la com unhas e dentes”.

ESTREIA EM SUB-23 “FOI MÁ”

Quanto à sua estreia no escalão de Sub-23, Marco Marques confessa que “foi má, admito” e adiantou que “houve momentos difíceis, mas tive a ajuda das pessoas certas que me fizeram levantar a cabeça e seguir”.

Agora Marco Marques tem um novo desafio e pretende agarrá-la com “unhas e dentes” para se conseguir impor na modalidade que escolheu.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS