BASQUETEBOL

Tam Ling: “preparar atletas para ingressarem na equipa principal”

O Vitória SC B desloca-se domingo, pelas 11 horas, ao recinto do GDAS, em jogo da quarta jornada da Zona Norte A do Campeonato Nacional da II Divisão masculina de Basquetebol.

A equipa treinada por Tam Ling, que disputou já dois jogos, tendo vencido ao BC Limiense (90-85) e perdido frente ao José Régio (72-94), parte determinado em fazer, sobretudo, um bom jogo… “Se der para ganhar perfeito, mas se não conseguirmos, o essencial é darmos tempo de jogo aos atletas da Liga e evoluirmos”.

Tam Ling lembrou que “nós temos trabalhado muito condicionados devido a toda esta questão do confinamento. A nossa equipa é composta por atletas, formados no Vitória SC, que estão a estudar fora e que vêm uma ou duas vezes por semana treinar. Agora até têm vindo apenas uma vez porque estão em fase de testes. Depois temos alguns atletas que fazem parte da equipa principal, treinam com a equipa principal e vêm jogar à equipa B. Portanto, temos aqui um grupo de atletas que acabam por não treinar ou treinar muito pouco connosco”.

De resto, “na equipa B temos a missão de preparar atletas para ingressarem na equipa da Liga. Não interessa só treinar, também é preciso jogar. Por isso, há atletas que estão na equipa principal, treinam na equipa principal, mas precisam de tempo de jogo. Foi isso que fizemos na equipa Sénior feminina. Tivemos algumas atletas Sub-19, que treinaram com as Seniores, e vinham jogar às Sub-19 e a evolução foi muito grande”.

Tam Ling garante que “estamos mais preocupados em fazer jogadores para jogarem na Liga, do que em ganhar jogos do campeonato” e adiantou que “aquilo que fazemos é criar condições para que os atletas evoluam e possam integrar e jogar na Liga”.

A equipa B do Vitória SC é composta, maioritariamente, por atletas jovens… “a maior parte deles são miúdos Sub-19. Depois temos dois Sub-20, dois Sub-21 e um Sub-23. São tudo miúdos novos, que têm uma margem de progressão, mas aquilo que eu sinto é que eles têm ainda muito para aprender. Têm de aprender a jogar como Seniores”.

“Neste momento, estou a ensiná-los a jogar como Seniores. Eles já conseguem dominar a técnica individual, a questão agora é a tática e é aí que têm grandes dificuldades. Têm de aprender conceitos defensivos e ofensivos e é isso que temos andado a trabalhar”.

Apesar de considerar que o grupo tem muito a trabalhar, Tam Ling salienta que “deste lote há alguns que têm condições para jogar nos Seniores. Com paciência, calma e muito trabalho vão ficar em condições para subir à equipa principal”.

Por isso, o treinador do Vitória SC garante que “não estou preocupado com os resultados. Se der para ganhar perfeito, se não der…o importante é que os atletas da Liga tenham tempo de jogo e a equipa aprenda e evolua”.

Claro que “o facto de preparar a equipa para ter jogadores para ingressarem na Liga, não nos vai levar a abdicar de competir e sermos competentes nas coisas que fazemos”.

Sobre o adversário, Tam Ling referiu que “não estou preocupado com aquilo que os outros fazem, mas com aquilo que nós conseguimos fazer. Queremos ser uma boa equipa. Se cada um for capaz de fazer o seu papel, for competente e tomar decisões podemos ser uma equipa competitiva”.

“Não aspiramos a subidas. Para isso íamos buscar alguns jogadores e traçávamos outro tipo de plano. O nosso plano é a médio, longo prazo” disse Tam Ling, que adiantou que “o que nós queremos é competir, jogar bem, evoluir, ganhar jogos, porque as vitórias fazem parte do processo de evolução, mas tendo a noção que nem sempre vamos ganhar, como nem sempre vamos perder, mas vamos aprender sempre”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS