CICLISMO

Daniel Dias: “vai ser uma nova aventura e uma grande aprendizagem”

“Vai ser uma nova aventura e uma grande aprendizagem” foi assim que Daniel Dias abordou o seu ingresso no Union Cycliste de Monaco naquela que será a sua segunda época como ciclista Sub-23.

Daniel Dias que fez o seu último ano de Juniores na Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact, onde conquistou vários resultados de relevo, quer na Estrada, quer na Pista, mostra-se satisfeito pela oportunidade: “penso que arrisquei na altura certa da minha vida e espero conseguir obter bons resultados para dar o salto para profissional numa boa equipa”, disse Daniel Dias.

“IREI COMPETIR CONTRA OS MELHORES ATLETAS SUB-23 DA EUROPA”

O ciclista de Gaia, que este ano esteve ao serviço da Sicasal/CM Torres Vedras, referiu que “irei competir contra os melhores atletas Sub-23 da Europa durante toda a época, corridas UCI de alto nível, com bastante história! Espero conseguir atingir os meus objetivos e da minha próxima equipa para 2021!”.

Daniel Dias lembra que “sempre tive a ideia de competir no estrangeiro e no próximo ano vai ser o meu primeiro ano além-fronteiras, apenas tenho a agradecer ao diretor desportivo e à equipa a grande oportunidade. Agradecer a todas as equipas que me ajudaram em toda a minha formação!”.

O ex-Júnior da Seissa tem consciência a sua vida vai sofrer uma grande alteração… “Sim, claro que vai sofrer uma enorme mudança, especialmente no contexto que estamos a ultrapassar. Sinto-me preparado. Neste momento estou a tratar de uma lesão no joelho, mas penso que até final do mês já conseguirei começar a preparar afincadamente a nova temporada”.

“PENSO QUE SURPREENDI ALGUMAS PESSOAS COM AS MINHAS PRESTAÇÕES”

Da época que terminou – a primeira num contexto completamente diferente do que estávamos habituados -, Daniel Dias faz um balanço, apesar de tudo, muito positivo.

“Sinceramente penso que surpreendi algumas pessoas com as minhas prestações durante este ano especialmente nos Contrarrelógios, sendo o meu primeiro ano na categoria. De resto e apesar de ter competido pouco, aprendi muito e foi um ano muito importante na minha carreira!”, disse Daniel Dias, que acrescentou que “por outro lado sinto que poderia ter sido bem melhor, cometi alguns erros em algumas provas que me custaram melhores resultados, mas lá está é uma aprendizagem para futuro!”.

O que te custou mais em 2019? “Sinceramente tudo me custou muito porque eu adoro competir e necessito de competição para apurar a minha forma. Estar privado de competir para mim foi complicado!” e adiantou: “por outro lado, em relação ao ano passado, por exemplo, tive muito mais tempo para treinar o Contrarrelógio e especializar-me nessa vertente!”.

Depois houve a Volta a Portugal Edição Especial? “O facto de ter ficado de fora da Volta a Portugal à última da hora foi uma notícia muito desmotivadora, mas pior do que isso foi o facto de ter contraído uma lesão no joelho durante esse período e ficar afastado das provas realizadas em Espanha pela minha equipa”.

O ciclista da Sicasal/CM Torres Vedras mostra-se confiante para a nova temporada: “estou bastante confiante. Neste momento o importante é recuperar a 100 % da lesão, mas estou muito ansioso por poder voltar à estrada, preparar a nova temporada e mostrar o meu valor além-fronteiras! Veremos como a situação pandémica evolui, mas estou confiante que terei muitas oportunidades importantes para conseguir demonstrar o meu valor”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS