CICLISMO

João Cruz, Marco Macedo e Raquel Marques vence Taça de Portugal de XCO

João Cruz, ciclista de Barcelos que alinha AXPO / FirstBike Team / Vila do Conde, Marco Macedo, da SAERTEX Portugal – Edaetech, e Raquel Marques, ciclista de Barcelos que alinha na AXPO / FirstBike Team / Vila do Conde, são os vencedores das suas categorias da Taça de Portugal de BTT XCO, que encerra após duas etapas.

A terceira prova da Taça de Portugal de XCO, que deveria realizar-se em Marrazes, Leiria, no dia 1 de novembro, foi cancelada. Segundo a Federação Portuguesa de Ciclismo a decisão surge após a autoridade local de saúde ter dado parecer negativo para a realização da corrida, argumentando com a situação epidemiológica do país e as medidas de contenção da transmissão do novo coronavírus em vigor.

Assim, a FPC determinou que o ranking da Taça de Portugal de XCO 2020 fica fechado com o resultado das duas provas anteriores.

João Cruz, que venceu as duas provas já realizadas, é assim o grande vencedor no escalão de Juniores, juntando assim a Taça de Portugal ao título de Campeão Nacional.

Marco Macedo, que também venceu as duas provas anteriores, vence a Taça de Portugal no escalão de Master 40.

Também em Master 40, mas femininos, Raquel Marques venceu a prova de Vila Franca e Guimarães e conquista a Taça de Portugal.

Em Elites masculinos, José Dias, barcelense da DMT Racing Team, venceu a prova de Guimarães e termina a Taça de Portugal na segunda posição, ficando a escassos três pontos de Roberto Ferreira.

Joana Monteiro, ciclista de Famalicão que alinha na AXPO, termina em segundo na prova de Elites Femininas, atrás de Raquel Queirós. Marta Branco, vimaranense que representa o Maiatos faz terceiro lugar em Elites e segundo em Sub-23.

Uma palavra ainda para Domingos Rufo, SAERTEX, que termina a Taça de Portugal na segunda posição em Master 60.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS