BASQUETEBOL

Rui Costa “estamos com muita vontade de regressar às vitórias”

“O Olivais é uma das equipas fortes do nosso campeonato, mas nós queremos muito regressar às vitórias” disse Rui Costa, treinador da equipa Sénior Feminina do Vitória SC sobre o jogo da quinta jornada da Liga Shoy, que está marcado para domingo, a partir das 15 horas, no Pavilhão da Unidade Vimaranense.

O Vitória SC recebe o Olivais, equipa que ocupa a 10.ª posição, com quatro pontos em três jogos realizados. Rui Costa considera que “o Olivais é uma equipa forte, vence o primeiro jogo fora de casa, mas vem de duas derrotas, mas contra equipas muito fortes”.

Afirmando que “é um adversário que respeitamos muito”, Rui Costa salientou que “naturalmente que queremos vencer. A equipa está bem respondeu positivamente à derrota que sofremos na ronda anterior e está com muito vontade de regressar às vitórias”.

“IMPORTANTE É SABER LIDAR COM ELES (DESAIRES), CRESCER E APRENDER”

O técnico do Vitória SC acredita que o desaire sofrido frente ao União Sportiva não deixou marcas… “ninguém gosta de perder, mas acredito que não vai deixar marcas. Estes resultados também fazem parte do trajeto das equipas. O importante é saber lidar com eles, crescer e aprender com o que se passou”.

Rui Costa adiantou mesmo que “pode ter sido bom para nós sofrer um pouco, sempre nos dá motivação para melhorar. Claro que ninguém ficou satisfeito com o resultado, ficou a sensação de que a vitória estava ao nosso alcance, mas já viramos a página e agora é olhar em frente. Retificar o que tivemos de menos bom e melhorar no próximo jogo”.

De resto, a sensação de insatisfação “leva-nos a querer melhorar, a querer dar mais e melhor e isso depende do nosso trabalho”.

O jogo com o União Sportiva ficou resolvido no prolongamento, mas Rui Costa desdramatiza “num campeonato como nosso, em que só há jogos uma vez por semana, não podemos falar em desgaste físico. Há uma semana entre os jogos, portanto, a questão física é uma não questão”. Já em termos psicológicos… “não deixa qualquer tipo de marcas e é apenas uma questão de insatisfação porque não conseguimos vencer, mas mesmo isso vai servir-nos de motivação e não de desânimo”.

LIGA MARCADA PELA PANDEMIA, MAS “ATRATIVA E NIVELADA POR CIMA”

Com quatro jornadas já realizadas, o que realça desta Liga Shoy? “Decorridas estas jornadas o que podemos fizer é que temos um campeonato continuamente marcado pelo contexto da pandemia. Já percebemos que a qualquer altura podemos ter de parar e que isso acontece a uma equipa agora e pode acontecer a outra noutra fase da época. Isso pode afetar o momento das equipas, mas numa analisa mais global, não há dúvidas o campeonato é bastante atrativo, nivelado por cima. Há oito equipas que vão competir de igual para igual no topo da tabela e depois temos algumas com orçamentos menores vão lutar pelos lugares mais abaixo”.

“NÃO NOS PODE FALTAR O HÁBITO DE QUERER ESTAR LÁ EM CIMA”

Quanto ao campeonato do Vitória SC, Rui Costa não tem dúvidas: “nós temos equipa para competir com qualquer equipa da Liga. Tudo vai depender muito de como nós nos encontrarmos para os jogos. Até aqui não temos estado a 100 por cento. E essa é a minha maior preocupação. Se tivermos toda a gente em condições acredito que vamos ser uma dor de cabeça para os nossos adversários. Não nos pode faltar o hábito de querer estar lá em cima a competir pelas melhores classificações”.

Comentários

Artigos relacionados

Ver também
Fechar
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS