TÉNIS DE MESA

Clube Ténis de Mesa das Taipas à procura da manutenção na II Divisão

Assegurar a manutenção na II Divisão Nacional em Seniores e participar em todas as provas Distritais e Nacionais Juniores são os grandes objetivos do Clube Ténis de Mesa das Taipas para a nova temporada.

O conjunto das Taipas assegurou a manutenção na II Divisão Nacional na última temporada mercê do nono lugar que ocupava aquando da suspensão dos campeonatos devido à pandemia.

Para a nova época, em que a grande dificuldade está mesmo em encontrar um espaço para treinar, a formação das Taipas quer assegurar a manutenção nos seniores e marcar presença em todas as provas que forem marcadas na Formação…

O Clube de Ténis de Mesa das Taipas retomou esta semana os seus treinos de preparação “depois de um interregno de 216 dias” como lembrou Domingos Marques, presidente do CTM Taipas, que adiantou que “esperançados que se mantenha a permissão para os treinos e ficamos a aguardar pelas competições”.

O Campeonato Nacional da II Divisão Seniores Masculinos inicia-se no dia 24 de outubro e na Zona Norte participam ainda o São Cosme TMC, GD São Cibrão, CTM Lousada, AD Jorge Antunes, CRC Neves, CCR Arrabães, Bairro Misericórdia, ATM Pousada, NCR Valongo, ACTM Navais.

MANUTENÇÃO NA II DIVISÃO E COMPETIÇÃO NA FORMAÇÃO

Domingos Marques referiu que o CTM Taipas parte para a nova temporada com objetivos bem definidos. “Os principais objetivos para a próxima época são a manutenção na II Divisão Nacional no escalão de Seniores e a participação em todas as provas Distritais e Nacionais dos atletas dos escalões de Formação de maneira a que possamos evoluir e subir nos rankings Distritais e Nacionais das nossas camadas jovens, tentando, ao mesmo tempo, obter títulos e/ou pódios.

Para aquele responsável a grande dificuldade do clube neste momento “é arranjar espaço para treinar por causa de toda esta situação do vírus tivemos de parar e devido às restrições impostas ficamos sem local para treinar”.

“Este interregno foi demonstrativo das dificuldades do Clube de Ténis de Mesa das Taipas, pois, não tendo instalações próprias tivemos de ‘mendigar’ um espaço para podermos continuar a praticar o Ténis de Mesa, que foi considerada pelo Serviço Nacional de Saúde uma Modalidade de Baixo Risco no âmbito do Coronavírus (SARS-CoV-2)”.

O SONHO DE UM PAVILHÃO PRÓPRIO

Domingos Marques referiu que “temos o sonho da construção de um pavilhão apenas para o nosso clube… mas um projeto como esse demora anos para ser ponderado, aceite e construído. Mas não vamos desistir desse sonho”.

O Clube de Ténis de Mesa das Taipas inscreveu na última época 18 atletas nos escalões de Formação e cinco Seniores numa modalidade que apenas precisa de três atletas por escalão para competir. No entanto, “nós temos como meta ter seis por cada escalão, para prevenir eventuais impedimentos em qualquer competição coletiva. Depois temos vários atletas que vão treinando para se desenvolverem e aguardam a oportunidade da sua inscrição na FPTM”, disse Domingos Marques, que lembra que “as nossas captações têm sido feitas na base de passa palavra e junto das Escolas dando esclarecimentos quanto à modalidade e como funciona o clube internamente”.

BALANÇO DA ÉPOCA PASSADA

Que balanço faz daquilo que foi a curta época de 2019/20? “O Clube de Ténis de Mesa das Taipas no escalão de Seniores participou no Campeonato Nacional da II Divisão Zona Norte e, na altura da suspensão das competições, encontrava-se na nona posição, ainda com hipóteses matemática de alcançar a manutenção. Ainda em Seniores participamos no Campeonato Distrital, dando hipóteses de competição aos atletas que não participavam no ‘Nacional’, pois, após a participação em duas jornadas no Campeonato Nacional, os Seniores ficam impedidos de participar no Distrital”, referiu Domingos Marques.

Quanto aos escalões de Formação “participamos em todas as provas Distritais, tanto coletiva como individualmente, tendo obtido classificações de pódio. Houve um atleta que sobressaiu, lutando até ao final pelo título de Campeão Distrital de Juniores, tendo-se classificado em terceiro lugar, mas ficando apenas a uma vitória do título” disse aquele responsável, que acrescentou: “participamos no Campeonato Nacional de Infantis, com todos os atletas. Participamos ainda nos Torneios de Classificação para o Ranking Nacional, até àquela data. Estávamos inscritos já para mais dois torneios que se iriam realizar no mês de março, altura em que se realizam os principais Torneios, em que iriamos participar como habitualmente e conforme as disponibilidades dos atletas, que se mostravam entusiasmados para tal”.

“Desde a paragem dos treinos e competições, por imposição das autoridades sanitárias e demais autoridades, não houve mais treinos. A Direção foi questionada por diversas vezes pelos atletas sobre quando retomaremos os treinos.  Suspenso foi ainda o XIII Torneio de Ténis de Mesa das Taipas, que deveria ter realizado a 27 de junho, onde competiam vários dos melhores atletas nacionais. Era a nossa maior divulgação da modalidade e, claro retira uma receita que vinha a ser constante e isso prejudicou a situação financeira do Clube de Ténis de Mesa das Taipas”, disse Domingos Marques.

Comentários
Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS