CICLISMO

Pedro Pinto: “a camisola é um sonho e espero um dia concretizá-lo”

“A camisola de Campeão Nacional é um sonho meu e espero vir um dia a concretizá-lo” disse Pedro Pinto, Cadete da Seissa/KTM-Bikeseven/Matias&Araújo/Frulact, que participa domingo no Campeonato Nacional de Fundo, que se realiza em Castelo Branco.

O ciclista de Guimarães, que no 2.º Prémio HM Motor que se realizou há uma semana em Barcelos fez segundo lugar numa luta renhida com João Martins (NRV), lembrou que para lutar por um resultado desses “requer uma boa preparação” e adiantou: “já ando a trabalhar há mais de meio ano ou mais para este grande objetivo”.

Certo é que “a preparação está a correr bem. Todas as ‘afinações’ já estão feitas e agora resta-me descansar e aguardar pela corrida mais esperada do ano” e acrescentou: “vai ser uma corrida curta e rápida onde uma boa decisão no momento certo pode decidir tudo. A equipa tem trabalhado afincadamente e com muito foco”.

Pedro Pinto confessa que “com o aproximar do dia sinto alguma ansiedade, o que é normal porque é uma corrida muito importante”.  No entanto, a participação no Prémio HM Motor permite-lhe encarar o Campeonato Nacional com mais confiança…

“O Prémio HM Motor foi muito bom e permitiu-me ver como me encontrava relativamente aos meus adversários” disse o ciclista de Guimarães, que adiantou que “gostei da minha forma de reação. Senti-me em boa forma e preparado para a corrida que se aproxima”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS