VOLEIBOL

Óscar Barros: “foi uma vitória muito difícil, mas muito saborosa”

O Vitória SC garantiu a subida ao Campeonato Nacional da I Divisão de Voleibol Feminino ao bater o SC Madeira, por 3-1, num jogo muito disputado. Com esta vitória a equipa de Guimarães reforça a presença minhota no seio da elite do Voleibol Nacional, onde já estão AVC Famalicão e SC Braga.

O conjunto treinado por Óscar Barros foi, quase sempre, mais consistente e hora das decisões não falhou, vencendo pelos parciais de 25-19; 25-20; 18-25 e 28-26.

Óscar Barros era, no final do jogo, um treinador feliz e muito satisfeito com o resultado final e com a forma como a sua equipa soube responder a este desafio.

“ESTAS DUAS SEMANAS NÃO FORAM FÁCEIS”

“Foi uma vitória muito difícil, mas muito saborosa” referiu o técnico do Vitória SC, que lembrou que “estas duas semanas não foram fáceis. A equipa trabalhou muito e com dois andamentos. Estivemos a trabalhar com jogadoras com ritmos diferentes. As estrangeiras chegaram, substancialmente, mais tarde e a integração não foi fácil. Tivemos de fazer um trabalho gradual”.

Depois “os jogos do fim de semana não correram bem. Ganhamos um jogo, é certo, mas não estávamos suficientemente consistentes para jogar. Isso trouxe algum nervosismo”.

Para o jogo desta tarde, frente ao SC Madeira, “sabíamos que íamos ter muitas dificuldades. Pela frente estava um outsider nesta luta. O SC Espinho, o Lusófona, o Benfica eram equipas muito mais fortes, acho que apenas o Praiense seria mais acessível. É uma equipa que conhecemos muito bem e foi por a conhecermos bem que conseguimos levar o jogo de vencido”.

“FIZEMOS DOIS SETS DE MUITO BOM NÍVEL”

Sobre o jogo em si, Óscar Barros referiu que “hoje fizemos dois sets de muito bom nível. Depois por culpa minha, que quis testar outras soluções uma vez que estávamos a ganhar, e acabei por tirar o foco e a consistência nas ações. Aí o Sport Madeira foi crescendo e ganhou força. À entrada para o quarto set sabíamos que ia ganhar a equipa que fosse um pouco mais consistente. O nervosismo prende os movimentos e a capacidade de pensar. Fomos um pouco mais competentes e acabamos por ganhar com toda a justiça”.

“Quero dar os parabéns ao Sport Madeira que foi um grande adversário e que ajudou a proporcionar um jogo de muito bom nível. Poderiam ter-nos ganho, o que não seria um choque pelo que fizeram”, referiu Óscar Barros.

“VAMOS TER O CAMPEONATO MAIS FORTE DA HISTÓRIA DO VOLEIBOL FEMININO”

Com o primeiro grande objetivo da época alcançado, o Vitória SC arranca já esta semana com os trabalhos para uma nova aventura…

“Agora é trabalhar e trabalhar muito porque pela frente vamos ter equipas muito fortes, de outro nível de jogo. Aliás, penso que vamos ter um Campeonato Nacional da I Divisão com um nível altíssimo, o mais forte da história do Voleibol Feminino. Como também tivemos dois anos em que o nível na II Divisão foi o mais forte de sempre. Penso que isso vai ser bom para nós porque vai ajudar-nos a crescer e a consolidar este projeto”, disse Óscar Barros.

“Para o médio e curto prazo vamos continuar a trabalhar. Esta equipa é muito dedicada e ambiciosa e faz das dificuldades forças e quando assim é penso que estão reunidas as condições para continuarmos a crescer… e penso que aqui e ali ainda vai causar surpresas”.

Fotos: VSC

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS