VOLEIBOL

AVC Famalicão motivado para a Supertaça

O AVC Famalicão está super motivado para Supertaça de Voleibol Feminino, que decorre nos dias 11, 12 e 13 de setembro no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos – Nave Ilídio Ramos, e em que terá como adversários, nesta fase, o Porto Vólei e o Clube K.

Vítor Oliveira, treinador do AVC Famalicão, garante que “a equipa está a treinar bem, está cansada porque os treinos têm sido fortes, mas está muito motivada para participar na Supertaça”.

“EQUIPA ESTÁ BEM E NÃO ESTÁ ANSIOSA”

Vítor Oliveira contou hoje, pela primeira vez, com o grupo todo a treinar e considera que “a equipa está bem. Não está ansiosa com a chegada da hora do jogo. Talvez porque algumas já têm experiência porque já passaram por vários momentos como este”. De resto, “o AVC Famalicão vai entrar na Supertaça para a vencer, mas não nos vai condicionar todo o projeto. Vamo-nos apresentar o melhor possível para esta altura e dadas as limitações. Por isso, a equipa trabalha normalmente, sem pressões e sem nervosismos. A equipa está muito motivada para que chegue o dia”.

ADVERSÁRIOS FORTES

Sobre os adversários, o treinador do AVC Famalicão diz já ter informações: “os plantéis são quase todos conhecidos, os nossos adversários são bastante fortes e já mostraram isso nos jogos treinos que foram fazendo. Esperamos estar também muito forte, embora tenha a consciência que não vamos estar ainda na forma que esperamos estar mais à frente devido às dificuldades que tivemos nesta pré-época”, mas “vamos estar na máxima força possível tendo em consideração tudo o que vivemos até aqui”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS