CICLISMO

Alberto Amaral parte à conquista do título Ibérico

Alberto Amaral, da Rematelaborado – União Ciclista de Ponte da Barca, é um dos mais fortes candidatos à vitória em Master 50 no Campeonato da Península Ibérica de Contrarrelógio Individual, que se realiza domingo em Sandiãs, Ourense.

O Campeão Nacional de Contrarrelógio em Master 50 parte determinado em arrecadar o título Ibérico e diz-se preparado para a luta.

“O meu objetivo é ser campeão Ibérico de Contrarrelógio Individual no meu escalão. Porque os títulos de Campeão Ibérico só são entregues por escalões”, começou por referir o ciclista dos Arcos de Valdevez, que adiantou que “também pretendo ficar nos primeiros da geral embora não tenha qualquer prémio por isso”.

FALTA DE RITMO PODE SER O MAIOR PROBLEMA

Alberto Amaral, que em julho fez segundo lugar na Volta a Lugo Master 2020, diz sentir-se preparado: “penso que estou bem, só falta saber se melhor ou pior que os adversários. Como estamos há muitos dias sem competir nunca se sabe o estado de forma ao certo”.

Alberto Amaral considera que “a falta de ritmo competitivo pode ser o maior problema, porque os ciclistas espanhóis têm mais corridas do que nós, mas estou confiante com o trabalho que tenho feito”.

REVALIDAR TÍTULO NACIONAL DE CONTRARRELÓGIO É O OBJETIVO

O ciclista da Rematelaborado – União Ciclista de Ponte da Barca, que também vai marcar presença no próximo dia 13 no Campeonato Nacional de Rampa, lembra que o grande objetivo para a época 2020 é revalidar o título de Campeão Nacional de Contrarrelógio…

“O trabalho que tenho vindo a fazer é com o objetivo de ser de novo Campeão Nacional de Contrarrelógio Individual, competição que se realiza a dia 20 em Castelo de Vide”, mas garante que “se conseguir ser Campeão Nacional de Rampa e Ibérico é muito melhor”.

REMATELABORADO – UC PONTE DA BARCA COM SETE CICLISTAS CAMPEONATO DA PENÍNSULA IBÉRICA

A Rematelaborado – União Ciclista de Ponte da Barca leva sete ciclista ao Campeonato da Península Ibérica de Contrarrelógio Individual, que se realiza a domingo em Sandiãs, Ourense.

Para a sua segunda aventura internacional, a formação de Ponte da Barca apresenta-se com Alberto Amaral, Hélder Azevedo, Ricardo Gonçalves, Paulo Angélico, José Amorim e as atletas femininas, que se estreiam em competição, Rosa Marques e Sílvia Costa. A comitiva de Ponte da Barca é ainda composta pelo presidente Filipe Rocha, o diretor geral desportivo Luís Barbosa e o diretor desportivo Sérgio Reitor.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS