CICLISMO

SAERTEX com aspirações no Campeonato Nacional de XCE

A SAERTEX Portugal / Edaetech parte para o Campeonato Nacional de Cross Country Eliminator – Eliminação BTT (XCE), que se realiza domingo na Pista de XCO de Cúria, na Anadia, com algumas aspirações.

A equipa de Viana do Castelo apresenta-se com seis ciclistas: Pedro Vilela, Ivo Pereira, Nélson Sá, Luís Grilo, Marco Macedo e António Rocha e dois, pelas características da prova e dos atletas podem estar na discussão das suas categorias…

“A SAERTEX vai participar no Campeonato Nacional de XCE com seis ciclistas e tendo em conta as características da prova, da pista e dos próprios atletas há dois que podem lutar pelos primeiros lugares”, começou por referir Carlos Rocha, presidente da SAERTEX Portugal/Edaetech.

Marco Macedo, Master 40, e Luís Grilo, Master 30, são os dois atletas do clube de Viana do Castelo que prometem estar na discussão das provas.

Carlos Rocha refere que “esta é uma forma de promover os patrocínios da equipa, que até agora quase estiveram invisíveis dada a falta de competição” e adiantou “nem com as novas normas da DGS vemos as coisas a avançarem…”.

À partida para a primeira competição do pós confinamento, Carlos Rocha considera que “os atletas estão ansiosos por regressar à competição e de voltar a fazer o que gostam. Acho que este ‘Nacional’ é uma manobra de entretenimento e realiza-se a menos de mês para as qualificações do Campeonato Nacional de XCO, provas que ainda não tem local, nem estão confirmadas…”.

Questionado sobre este ‘Nacional’ de XCE pode servir de preparação para o XCO, Carlos Rocha afirmou: “uma prova de três, quatro minutos de duração não serve de preparação para nada”.

Os atletas da SAERTEX fazem sábado à tarde o reconhecimento da pista, embora alguns “já lá tenham ido treinar”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS