CICLISMO

João Benta satisfeito com participação nos ‘Nacionais’

João Benta, ciclista de Esposende que alinha na Rádio Popular – Boavista, esteve em destaque nos Campeonatos Nacionais de Ciclismo de Estrada que se realizaram no fim de semana em Paredes. João Benta esteve na discussão das medalhas nas duas vertentes, tendo terminado na nona posição na prova de Fundo e feito o 12.º melhor tempo em Contrarrelógio.

“Os Campeonatos Nacionais correram bem” começou por referir o ciclista esposendense, que acrescentou: “à partida para os ‘Nacionais’ havia uma enorme incerteza de como iria reagir o corpo, mas respondeu bem e estive na discussão das medalhas até ao final”.

João Benta salientou que “fiquei satisfeito e muito com a minha participação, mais por ter regressado à competição com toda a ajuda e rigor da organização e município de Paredes, a quem felicito todo o sucesso”.

Agora “segue-se mais um mês sem provas” referiu João Benta, que a propósito do calendário de provas – a partir do dia 27 de setembro segue-se um mês repleto de competições – afirmou “vamos esperar para ver o que se vai realizar. Nos tempos de hoje nada é certo e com os exemplos que já tivemos este ano só acredito quando chegar o momento da partida”.

O facto de já haver um percurso para a Volta a Portugal, mesmo que este ano seja mais curta, motiva? “Claro que o facto de haver um percurso, com as etapas definidas anima bastante. Mas não nos podemos esquecer que já tivemos várias coisas anunciadas e chegou a hora foram adiadas. Por isso prefiro pensar que tudo pode acontecer”.

João Benta regressa assim aos trabalhos diários e normais: “vou trabalhar como sempre o fiz, com empenho e de forma a estar no meu melhor quando as provas forem para a estrada”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS