CICLISMO

Ricardo Machado “senti um orgulho enorme ao vestir as cores de Portugal”

“Senti um orgulho enorme ao vestir as cores de Portugal” foi assim que Ricardo Machado, ciclista de Braga que alinha na Seissa|KTM-Bikeseven|Matias&Araújo|Frulact, começou por abordar a sua participação no estágio da Seleção Nacional de Juniores de ciclismo de Estrada.

O estágio, de uma semana, realizou-se no CAR da Anadia e contou com a presença de seis ciclistas: Ricardo Machado (Seissa), Fábio Fernandes (EFAPEL), João Ferreira e Daniel Gonçalves (Academia Joaquim Agostinho) e João Silva e Pedro Crispim (Bairrada).

Ricardo Machado faz um balanço positivo da sua participação no estágio: “a meu ver o estágio correu muito bem, foi a minha primeira experiência na seleção e a realização de um sonho. Senti um orgulho enorme ao vestir as cores de Portugal. Deu-me bastante motivação para continuar a trabalhar todos os dias para que possa voltar a ter mais oportunidades como esta”.

Na hora de festejar, Ricardo Machado não esquece o apoio que tem recebido “quero agradecer a toda a gente que me ajudou a alcançar esta experiência, à minha equipa, a Seissa, que dá umas condições excelentes para que os atletas evoluam e consigam alcançar patamares como este, ao meu treinador e aos patrocinadores, tal como também tenho de agradecer a toda a gente da seleção que trabalhou connosco esta semana por nos terem proporcionado uma experiência tão boa em tempos complicados, devido á pandemia”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS