CANOAGEM

Minhotos em alta no ‘Nacional’de Velocidade

Os canoístas minhotos estão em grande peso nas várias Finais A do Campeonato Nacional de Regatas em Linha 2020, que se realizam amanhã no Centro de Alto Rendimento (CAR) de Montemor-o-Velho.


Na Final A de K1 500, dos nove finalistas seis são canoístas do Minho: João Cunha Pereira (CN Ponte Lima), Fernando Pimenta (Benfica), João Ribeiro (Benfica), Messias Baptista (Benfica), Artur Pereira (Sporting) e Emanuel Silva (Sporting).

Já na Final A de K1 1000m vão estar Emanuel Silva (Sporting), Fernando Pimenta (Benfica), José Ramalho (CN Prado) e João Cunha Pereira (CN Ponte Lima).

Na prova de 200m, que encerra o programa destes campeonatos, marcam presença Artur Pereira (Sporting), Messias Baptista (Benfica), Francisco Lopes dos Santos (CN Ponte Lima) e João Ribeiro (Benfica).

Na prova feminina de K1 500m marcam presença Francisca Carvalho (CNP Lima), Teresa Portela (Benfica) e Joana Vasconcelos (Benfica), atletas de repetem a presença nos 200m. Nesta prova participa ainda Inês Santos Costa (CNP Lima) e Maria Brandão (CN Prado).

Em C1 Sénior 500m de realçar a presença de Gonçalo Torres (CN Fão), Hélder Silva (CF Merelim), Sérgio Maciel (Viana GC), Rui Lacerda (CNP Lima) e Henrique Lopes (CN Prado).

Em C1 1000m repetem a presença Gonçalo Torres (CN Fão), Hélder Silva (CF Merelim), Sérgio Maciel (Viana GC), Rui Lacerda (CNP Lima), juntando-se ainda Ricardo Rodrigues Coelho (CN Ponte Lima).

Em C1 200 femininos estão presentes seis atletas: Mariana Barreto e Rafaela Araújo (Darque KC), Inês Penetra (Gemeses), Ana Afonso e Márcia Faria (CN Prado) e Beatriz Barros (CN Ponte Lima), atletas que disputam também a Final de 500m.

Também nos Juniores a presença dos minhotos está bem presente, destacando-se a presença de oito atletas minhotas na Final A de C1 Júnior Feminino (500 e 200): Beatriz Lamas, Mariana Lopes e Maria Araújo Mota (CNP Lima), Maria Afonso Rei (Gemeses), Daniela Braga, Francisca Costa Martins (CN Prado), Valéria Araújo (Darque KC) e Dora Lemos (Rio Neiva – ADA).

Fotos: FPC

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS