CANOAGEM

CN Fão no ‘Nacional’ de Velocidade:“levamos uma excelente equipa”

O Clube Náutico de Fão participa com 12 atletas no Campeonato Nacional de Regatas em Linha, que se realiza no fim de semana no Centro de Alto Rendimento (CAR) de Montemor-o-Velho, tendo como principal objetivo “proporcionar a competição aos atletas, num ano atípico”.

A equipa de Fão apresenta-se com quatro Seniores – Gonçalo Torres (C1 500 e C1 1000), António Rodrigues (C1 500 e C1 1000), André Ferreira (C1 500 e C1 1000) e Marco Lagoela (K1 500 e K1 200); sete Juniores – Heitor Alves, Luís Vale, Guilherme Barbosa e André Ferreira, Sara Ferreira, Raquel Lopes e Sofia Ferreira; e um veterano – Luís Vale.

Carlos Magalhães, treinador do CN Fão, salienta que “levamos uma excelente equipa a participar nesta competição. São jovens muito talentosos, com variados níveis de experiência” e adiantou que “esperamos que se divirtam e vivam este espírito de competição de forma saudável”.

“Temos alguns atletas que aspiram a pódios e vão lutar por eles, mas não nos sentimos pressionados a isso – este ano o importante é que os atletas mantenham o gosto pela modalidade, se conheçam melhor, continuem a praticar e a competir”, salientou Carlos Magalhães.

O CN Fão referiu ainda que “a Câmara Municipal de Esposende organizou o transporte dos atletas de todos os clubes do concelho que participam na prova, de modo a reduzir as despesas dos Clubes e otimizar o transporte, possibilitando-nos utilizar os recursos que iam ser gastos na compra de pagaias de competição para os nossos atletas de formação. Merece mais uma vez o nosso reconhecimento”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS