ATLETISMO

CCD Ribeirão e Vitória SC conquistam títulos na Maia

O CCD Ribeirão e o Vitória SC estiveram em destaque no Campeonato Nacional de Sub-18 que se realizou hoje, na Cidade da Maia, em moldes em bem diferentes do habitual, devido à pandemia que assola o país.

O CCD Ribeirão arrecadou dois títulos de Campeão Nacional através de Gabriel Maia, nos 300m, e Francisco Costa, nos 110m Barreiras. Os mesmos atletas conquistaram o segundo lugar nos 200m e Salto em Comprimento, respetivamente.

De salientar o registo de Francisco Costa, do Ribeirão, com 14,10 segundos (+2,8) aos 110 m barreiras (0,91) – 10,23 nas eliminatórias). O vento impossibilita-o de entrar no top 15 mundial do ano!

O Vitória SC viu Maria Miguel Andrade vencer o Pentatlo feminino.

A Escola Atletismo Rosa Oliveira também esteve em alta ao ver Ana Marinho fazer segundo lugar nos 3000m, enquanto Francisco Silva foi terceiro nos 800m.

José Simões, do Amigos da Montanha, foi terceiro nos 300m Barreiras.

RESULTADOS

3000m Femininos: 2.º Ana Marinho (EARO)

800m: 3.º Francisco Silva (EARO)

300m: 1.º Gabriel Maia (CCD Ribeirão)

200m: 2.º Gabriel Maia (CCD Ribeirão)

110mBarreiras: 1.º Francisco Costa (CCD Ribeirão)

Salto em comprimento: 2.º Francisco Costa

Lançamento Martelo 3kg Fem: 2.º Mariana Gonçalves (ADC Lovelhe)

300m Barreiras: 3.º Gabriel Simões (Amigos Montanha)

Pentatlo feminino: 1.º Maria Miguel Andrade (Vitória SC); 2.º Ana Araújo (PLF)

Pentatlo masculino: 2.º Guilherme Enes (PLF)

 

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS