NATAÇÃO

SC Braga no Torneio ‘Futuro somos nós’

O SC Braga vai participar, no dia um de agosto, no Torneio ‘Futuro Somos nós’, prova organizada pelo Clube dos Galitos em conjunto com a Associação de Natação do Centro Norte de Portugal.

A competição, que visa colmatar a falta de provas oficiais devido à pandemia que se instalou no país, destina-se aos escalões de Juvenis, Juniores e Seniores.

Luís Cameira referiu que “nós vamos estar presentes com alguns nadadores na prova de Aveiro. É o primeiro teste depois da paragem das competições em março”.

SC BRAGA PREPARA TORNEIO INTERNO

Mas os torneios não se ficam por aqui “nós temos que ser imaginativos” disse Luís Cameira, que adiantou que  “eu próprio estou a magicar uma competição interna para encerrar a época a 15 de agosto, seguindo todos os procedimentos normais de uma competição, com os treinadores a servirem de árbitros. É uma forma interessante de terminarmos esta fase de treinos”.

Depois segue-se uma paragem de duas semanas, que se inicia a 15 de agosto: “achamos que fazer uma paragem nesta altura será benéfica, para recarregarmos as baterias. Afinal os últimos meses têm tido uma carga muito pesada a todos os níveis. Depois muitos pais também entram de férias nessa altura e então decidimos parar por duas semanas”.

Em setembro a equipa regressa aos trabalhos “e vamos esperar que seja uma época o mais parecido com uma temporada normal de natação. O calendário de provas já saiu e depois já podemos trabalhar com um foco”.

BALANÇO POSITIVO DO REATAMENTO

Luís Cameira faz um balanço positivo do reatamento dos treinos. “O balanço é positivo, mas a retoma foi feita a seis velocidades. Primeiro regressaram aos treinos os atletas de Alto Rendimento (Tamila Holub e José Paulo Lopes), depois os Inernacionais (Rafael Simões, o Júnior Daniel Carvalho e os Juvenis João Carvalho João Sousa e Gonçalo Rocha), seguiram-se os Juvenis, Juniores e Absolutos; os Infantis, os Cadetes de pré-competição e finalmente os masters. Felizmente temos todos em atividade. Ainda poderiamos ter mais, as Escolas de Natação, mas em termos de calendário não era muito fácil. Pois começavam em julho e paravam em agosto para regressar em setembro. Para as crianças era importante regressar e alguns pais mostraram interesse que os seus filhos retomassem a atividade, mas era fácil de gerir”.

Certo é que o SC Braga conseguiu autorização para antecipar o regresso aos trabalhos…  “temos autorização para arrancar com as Escolas e todas as equipas em setembro, o que é muito bom. Vamos tentar regressar em setembro dentro de toda a normalidade possível”.

Luís Cameira garante que  “a adesão à retoma foi excelente, podemos dizer que a aceitação por a 100 por cento. Não houve receios, mas antes muita confiança nos técnicos e no clube e aos poucos voltamos à normalidade dos trabalhos”.

“CARAS NOVAS? TEMOS SIDO ABORDADOS”

Esta altura do ano é, por norma, bastante mexida em termos de contratações nos clubes de natação. O SC Braga, como é habitual, é um clube muito solicitado, mas Luís Cameira garante que  “a nossa grande aposta é sempre a formação”.

O coordenador técnico do SC Braga salientou que  “temos sido abordados por vários atletas luso-americanos, atletas brasileiros que vêm para Braga. Depois há sempre a possibilidade de algum atleta que entre na Universidade do Minho de poder ingressar no SC Braga. Mas para já não há nada de concreto”.

Quanto à formação, o treinador bracarense não te dúvidas: “temos uma equipa de infantis muito forte. Vamos ter uma equipa Absoluta apetrechada com muita qualidade. Penso que podem sair daqui vários ‘pontas de lança’”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS