CICLISMO

UC Ponte Barca terceiro na Volta a Lugo Master 2020

A União Ciclista de Ponte da Barca ocupa a terceira posição no final do primeiro dia de provas da Volta a Lugo Master 2020, que decorre na zona de Ribeira Sacra, Espanha e é organizada pelo Chantadino Master Team.

A formação minhota apresentou-se com seis ciclistas nesta que é a sua primeira prova internacional: o Campeão Nacional de Contrarrelógio Alberto Amaral, Hélder Azevedo, Ricardo Gonçalves, Daniel Alves, José Amorim e Ricardo Araújo. A acompanhar a comitiva estão o presidente Filipe Rocha, o diretor geral Luís Barbosa e o diretor desportivo Sérgio Reitor.

No primeiro dia de provas, a UC Ponte Barca ocupa a terceira posição da geral com um total de 05:12:46h, tendo gasto mais dois minutos que a equipa que segue no primeiro lugar, a Chantadino Master Team 1.

No contrarrelógio, que se disputou esta tarde, o destaque vai para Alberto Amaral que venceu a categoria de Master 50/60, terminando em oitavo na classificação geral. O Campeão Nacional de Contrarrelógio, que na primeira etapa, disputada de manhã, tinha ficado em segundo lugar na categoria, parte para o último dia de provas na segunda posição, a escassos três segundos do primeiro.

Na mesma categoria Daniel Alves ocupa a sexta posição no final das duas primeiras etapas, depois de ter feito quinto lugar na etapa da manhã e 10.º contrarrelógio.

Em Master 40, José Amorim ocupa a sétima posição após as duas primeiras etapas. Na primeira etapa foi terceiro classificado e no contrarrelógio terminou em 22.º

Em Master 30, Hélder Azevedo ocupa a 11.º posição e Ricardo Gonçalves é 26.º.

Este domingo, o pelotão tem pela frente um traçado de 70 quilómetros com partida e chegada a Chantada.

Fotos: UCPB

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS