BASQUETEBOL

Miguel Peixoto: “trabalho arduamente para ser o melhor possível”

“Fiquei muito feliz” foi assim que Miguel Peixoto, atleta do Grupo Desportivo André Soares, reagiu quando soube que tinha sido convocado para integrar o Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Basquetebol na categoria de Sub-16, que se inicia em setembro em Ponte de Sor.

O basquetebolista do GDAS lembra que “recebi a notícia logo de manhã. Tinha acordado há pouco tempo quando o diretor do clube me enviou uma mensagem e, claro, fiquei muito feliz”.

No Basquetebol ‘desde sempre’, Miguel Peixoto confessa que está a encarar a nova etapa “como um desafio e também como uma grande oportunidade e espero conseguir aproveitar ao máximo”.

Miguel Peixoto sabe que a sua vida vai mudar completamente, mas diz-se preparado e otimista: “penso que muito irá mudar na minha vida”, mas, adiantou: “principalmente, os hábitos de estudo terão de ser mais regulares e organizados e também penso que o descanso será fundamental para que em todos os treinos consiga dar o máximo”.

“ÉPOCA MUITO POSITIVA EM TERMOS INDIVIDUAIS E COLETIVOS”

Miguel Peixoto fez parte, na última temporada, da equipa do GDAS que lutou pelo título distrital de Sub-16 da Associação de Basquetebol de Braga e que estava a dar ‘cartas’ na Taça Nacional. Uma campanha que ajudou o atleta a ser chamado aos treinos da seleção nacional…

 “Acho que foi uma época muito positiva em termos individuais e coletivos. Ceio que podia ter sido ainda melhor caso não fosse este imprevisto que surgiu. No geral estou contente e orgulhoso da época que conseguimos fazer”, disse o basquetebolista do GDAS.

“O MEU OBJETIVO É CHEGAR O MAIS LONGE POSSÍVEL”

Miguel Peixoto está no Basquetebol desde muito novo… “entrei nesta modalidade quando era muito novo por influência do meu pai, que ao longo da sua vida praticou basquetebol e que sempre me incentivou a praticar este desporto”.

“Desde então ele e todos os treinadores que já tive ensinaram-me imensas coisas e tenho trabalhado arduamente para ser o melhor possível”, garante Miguel Peixoto, que sonha um dia ser profissional do Basquetebol: “o meu objetivo é chegar o mais longe possível. Quero ser profissional de Basquetebol e fazer deste desporto a minha vida”.

Para já, Miguel Peixoto vai dividindo o seu tempo entre o Basquetebol e os estudos – terminou com êxito o 11.º ano – e assegura que… “para conciliar os estudos com o Basquetebol tento dar o máximo de mim nas duas coisas. Nos estudos presto o máximo de atenção nas aulas e aproveito para estudar quando não estou a treinar, que costuma ser depois do almoço ou, quando tenho testes, à noite depois do treino”.

“CONSEGUI MELHORAR VÁRIOS ASPETOS DO MEU JOGO”

O atleta do GDAS viu-se privado, como todos os seus colegas, dos treinos e das aulas normais devido à pandemia do Covid-19, mas lembra que “durante essa fase continuei a treinar. Consegui arranjar um espaço que me permitiu continuar a trabalhar e penso que consegui mesmo melhorar vários aspetos do meu jogo. Portanto, dentro de todas as limitações e do mal que esta situação causou, penso que consegui tirar partido e transformá-la numa fase positiva para mim”.

Entretanto, o GDAS regressou aos treinos e Miguel Peixoto diz-se “muito contente” e lembra que “quando regressaram os treinos senti-me com imensa vontade de treinar, novamente, com os meus colegas e contente por voltar a estar com a equipa e treinadores e aprender com eles”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS