CICLISMO

David Ribeiro confiante no regresso às competições

David Ribeiro, ciclista de Famalicão que representa LA Alumínios / LAsport, está satisfeito com o regresso das competições e diz-se preparado para o arranque desta nova fase.

A LAsport inicia esta segunda-feira um estágio de duas semanas na zona da Serra da Estrela por forma a intensificar a preparação para a série de provas do refeito calendário de ciclismo. A primeira competição está já marcada para o dia cinco de julho, no CAR da Anadia.

David Ribeiro confirmou que esteve sempre a par das movimentações nesta retoma do ciclismo: “o meu diretor desportivo mantém a equipa informada a cada notícia nova. O que para nós, atletas da LASport, também é uma demonstração de confiança da equipa, que para o bem e para o mal transmite com transparência tudo a todos os corredores”.

Quanto à retoma do ciclismo: “estou confiante que vai haver competições e estou a trabalhar para isso mesmo” disse o ciclista famalicense.

“AMBIÇÃO DE FAZER SEMPRE O MELHOR”

Quanto aos objetivos para este retomar da época, David Ribeiro referiu que “a ambição passa sempre por fazer melhor do que fiz ‘ontem’. Temos uma boa equipa e as ambições da equipa são essas pelas quais irei lutar. Para mim o mais importante é fazer um bom trabalho de casa e estar de consciência tranquila que dei o meu melhor para estar na melhor condição possível, o resto vem por natureza”.

O calendário de provas inicia-se com um contrarrelógio individual, David Ribeiro confessa que “o contrarrelógio continua a ser um grande handicap para mim. É algo que tenho vindo a trabalhar para melhorar, vamos ver como corre na Prova de Reabertura”.

“É MUITO IMPORTANTE PARA AVALIAR A FORMA FÍSICA”

Analisando o calendário da retoma, o ciclista famalicense considera que é muito importante haver provas antes da Volta a Portugal e explicou: “é muito importante para os atletas e também para as equipas, para avaliar a forma física de cada um” e salientou que “também é importante porque tanto tempo sem competições e de repente ter 10 dias seguidos é um choque muito grande para o corpo. Mesmo assim vai ser um choque porque são poucas corridas, mas é o possível este ano” .

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS