BASQUETEBOL

Luís Arantes mantém-se no GDAS e confirma luta pela subida

Luís Arantes vai manter-se à frente da equipa técnica dos Seniores do Grupo Desportivo André Soares, clube que vai participar da Poule de Acesso ao Campeonato Nacional da I Divisão de Basquetebol masculino.

Luís Arantes, que assumiu a equipa sénior na época passada, depois de ter passado pelos Sub-14 em 2018/2019, garante que o grande objetivo do GDAS é a subida de divisão.

“NÓS QUEREMOS SUBIR DE DIVISÃO”

“Nós queremos subir” começou por referir Luís Arantes, que explicou que “nós conseguimos garantir a presença na Poule, os meus jogadores são competitivos e têm qualidade para lutar pela subida, portanto, vamos trabalhar para tentar garantir a subida, se o vamos conseguir isso é outra história. Mas contem connosco nesta luta”.

Luís Arantes já estava à espera de continuar à frente da equipa… “o trabalho ficou a meio, foi interrompido devido à pandemia. Por isso estava à espera de continuar à frente da equipa de forma a podermos concluir o que iniciamos o passado”.

Luís Arantes assumiu o destino da equipa sénior do GDAS, depois de ter passado pelos Sub-14 no ano anterior. O técnico referiu que “a adaptação foi fácil, mas o trabalho foi muito mais difícil. É mais fácil trabalhar com os Sub-14, é mais fácil de mudar o que está mal. Nos Seniores há coisas que já estão enraizadas, ideias e não é fácil mudar” mas “tive um grupo fantástico, os jogadores abraçaram o projeto, perceberam a minha ideia e encarnaram bem os seus papéis. Acabamos por fazer uma boa campanha, que nos permite estar ainda a aspirar à subida de divisão”.

“JOGOS DECISIVOS”

Agora vem aí a Poule de Acesso à Subida: “são dois jogos decisivos para marcar presença na final. A decisão é muito rápida e teremos uma margem de erro muito pequena. Quem conseguir cometer menos erros, quem estiver melhor, ficará mais perto do êxito”.

O GDAS já está a trabalhar há algum tempo e Luís Arantes considera que “foi muito importante regressarmos aos treinos. Foram mais de três meses de paragem, quando as férias costumam ser de dois. Era importante regressar o mais cedo possível, mesmo que os treinos sejam individuais e muito condicionados. Vamos treinando a parte física e a técnica e vai-se evoluindo”.

Quanto ao plantel para a nova temporada, aquele técnico salientou que “o grupo vai ser, basicamente, o mesmo. O objetivo é continuar com o que temos porque são atletas da formação do clube e não queremos desabituarmo-nos disso”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS