BASQUETEBOL

GD André Soares regressou aos treinos

O Grupo Desportivo André Soares regressou aos treinos de preparação. Os trabalhos decorrem nas instalações desportivas exteriores da Escola Secundária Alberto Sampaio e seguem todas as medidas de segurança impostas pela DGS.

A adesão aos treinos tem sido excelente “tivemos uma adesão de cerca de 75 por cento dos atletas”, disse Alexandre Oliveira, Coordenador Técnico do GDAS, que lembrou que apenas duas equipas ainda não regressaram aos treinos: “nesta primeira fase optamos por manter os mais novos de fora. Os atletas das equipas de Sub-8 e Sub-10 ainda não treinam”.

MAIS NOVOS FICAM PARA UMA PRÓXIMA FASE

“As restantes equipas já regressaram com regras bem definidas”, disse Alexandre Oliveira, que confessou que “não sabíamos como os atletas, essencialmente, os mais novos se iriam comportar neste regresso. Tínhamos algum receio, mas os atletas têm respeitado as regras definidas e seguem o plano que lhes enviamos”.

ADESÃO E EMPENHO

“A recetividade tem sido muito boa e os treinos têm corrido muito bem”, referiu Alexandre Oliveira, que já está a preparar o regresso dos mais novos aos treinos: “estamos a pensar em julho e de uma forma progressiva trazer os mais novos. É importante dar atividade aos miúdos para que eles não se afastem do basquetebol, mas claro que temos que lhes incutir alguns comportamentos de segurança para que tudo corra bem”.

Para já o GDAS tem conseguido manter três escalões a treinar ao mesmo tempo, em espaços distintos nas instalações da ES Alberto Sampaio “os trabalhos decorrem ao ar livre e temos um plano em que conseguimos ter três escalões sempre a treinar”.

AGRADECIMENTO À ESCOLA SECUNDÁRIA ALBERTO SAMPAIO

Alexandre Oliveira agradece toda a colaboração da Escola “temos que deixar aqui um agradecimento à Escola Secundária Alberto Sampaio, que esteve recetiva ao nosso pedido e foi sensível às nossas pretensões. O GDAS apresentou o plano das regras e higienização à Escola, porque temos que assumir a nossa parte da responsabilidade e garantir que não existe aqui nada que vá contra as regras emanadas pela DGS. Nós não acedemos a nenhuma parte interior da escola. À entrada temos uma banca de higienização de todo o material que vamos utilizar e para as mãos. Cumprimos todas as regras e a Escola aceitou, permitindo-nos regressar aos treinos”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS