CANOAGEM

Darque KC reforça equipa técnica

A Darque Kayak Clube reforçou a equipa técnica do clube acolhendo duas técnicas para o estágio profissional, numa ação articulada com o com IEFP e IPDJ, combatendo o desemprego em época de pandemia e podendo assim ampliar o número de atletas que podem treinar.

“Uma vez que era necessário reforçar o número de técnicos face às orientações da DGS no contexto da pandemia provocada pelo vírus SARS COV 2, nomeadamente em restringir o número de atletas por técnico, a Darque KC candidatou duas jovens técnicas a cursos de formação profissional, remunerados, IEFP e ao programa IDA do IPDJ (este como associação RNAJ), tendo sido bem-sucedido, com as duas candidaturas a serem aprovadas” referiu Américo Castro, presidente da Darque KC.

Aquele responsável salientou que “se por um lado o clube usufrui de mais duas técnicas a tempo inteiro, por outro lado aumenta o número de atletas que dentro das normas da DGS podem treinar, melhorando a qualidade e a quantidade de treino. A Darque KC ajuda ainda a combater o desemprego, sobretudo o desemprego jovem, aliando esta candidatura ganhadora o aspeto desportivo e o aspeto social”.

As técnicas desenvolvem além das atividades de treino, tarefas de cariz social, como defesa do ambiente, auxílio a IPSS e recolhas de sangue.

Recorde-se que o DKC movimenta por ano mais de três mil praticantes, entre atividade competitiva, de lazer e náutica nas escolas.

Com a integração das duas técnicas, a Darque KC passa a ter um corpo de treze técnicos, dos quais quatro estão a tempo inteiro e nove a tempo parcial.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS