CANOAGEM

Darque KC abre campanha de recolha de sangue

A Darque Kayak Clube promove, no próximo dia 22 de maio, no Centro de Canoagem Darque Kayak Clube, uma campanha de recolha de sangue com a Associação de Dadores de Sangue da Meadela.

A Darque Kayak Clube, como associação juvenil, lançou a campanha de recolha de sangue em articulação com a Associação de Dadores de Sangue da Meadela e Instituto Português do Sangue e da Transplantação. Uma ação que vai decorrer no Centro de Canoagem, sede da Darque Kayak Clube no dia 22 de maio, entre as 15h e as 19h. Inscrições devem ser feitas para darquekc@sapo.pt

Américo Castro, presidente da Darque KC, apela a todos para estar presente nesta campanha, salientando que “gostaríamos de atingir um número superior a sessenta recolhas.”

CENTRO DE CANOAGEM DESINFETADO

O presidente da Darque KC explicou que “o Centro de Canoagem vai estar desinfetado e vistoriado pela Associação de Dadores de Sangue da Meadela e Instituto Português do Sangue e da Transplantação”.

O Centro de Canoagem “possui posto médico e espaços bastante amplos, limpos e desinfetados, seguros para a recolha de sangue, que vai ser efetuada segundo as orientações do Instituto, em respeito de todas as regras de segurança”.

“Neste período em que o sangue mais escasseia em virtude da pandemia, é necessário sermos todos mais solidários, e nós, como clube apelamos a que o façam”, referiu Américo Castro.

A campanha dirige-se aos atletas, dirigentes, técnicos e amigos da DKC, estendendo-se a toda a população que queira dar o seu contributo.

EXPERIÊNCIA NOVA PARA A DARQUE KC

“Esta é uma experiência nova para a DKC, uma vez que é a primeira vez que efetua uma ação de recolha de sangue, e por isso está na expectativa de que tudo dê certo. Para isso precisa da ajuda de todas as pessoas, associações e instituições de boa vontade”.

A Darque KC, conta com assim com o apoio da Associação de Dadores de Sangue da Meadela, Instituto Português do Sangue e da Transplantação, Instituto Português do Desporto e Juventude, da Câmara Municipal de Viana do Castelo e do Centro de Mar.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS