ATLETISMO

EARO mantém ligação a atletas e faz treinos à distância

A Escola de Atletismo Rosa Oliveira continua a manter-se ativa, apesar de todas as limitações impostas devido à pandemia do Covid-19. Os atletas da equipa de Joane vão treinado em casa sob as orientações da atleta Rosa Oliveira.

“Devido aos tempos em que vivemos ainda não temos qualquer data prevista para um regresso. No entanto, tenho mantido ligação com a maioria dos atletas, muitas vezes através de video-chamadas e telefonemas. Dessa forma vou também dando indicações sobre os treinos , no caso de ser possível realiza-los. A maioria tem conseguido manter alguma atividade, visto que vivem em aldeias e conseguem treinar longe das populações”, começou por referir Rosa Oliveira.

ROSA OLIVEIRA: “NA NOSSA ESCOLINHA NÃO VEJO QUEM POSSA ABANDONAR”

A responsável pela Escola de Atletismo de Joane acredita que esta pandemia não afastará os atletas da equipa: “no que diz respeito à nossa escolinha não vejo quem possa abandonar, claro que aqueles meninos mais pequenos, de idades entre os 6 e os 10 anos que vinham para passar o tempo, poderão não regressar. No entanto até mesmo com estes pequeninos vou entrando em contacto para tentar motivá-los e mantê-los connosco”.

“TEMO PELO FUTURO DA MODALIDADE”

No entanto, Rosa Oliveira teme pelo futuro da modalidade: “sinceramente, temo pelo futuro da nossa modalidade, dado que para muitos dos atletas é complicado treinarem sozinhos, porque vão perdendo motivação. Desta forma, muitos jovens poderão desistir durante esta altura, especialmente aqueles que tiverem pouco contacto com os treinadores”.

Comentários

Artigos relacionados

Botão Voltar ao Topo

COVID-19

Nas áreas afetadas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda medidas de higiene e etiqueta respiratória para reduzir a exposição e transmissão da doença: • Medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e a boca quando espirrar ou tossir, com um lenço de papel ou com o antebraço, nunca com as mãos, e deitar sempre o lenço de papel no lixo; • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes. Deve lavá-las durante 20 segundos (o tempo que demora a cantar os “Parabéns”) com água e sabão ou com solução à base de álcool a 70%; • Evitar contacto próximo com pessoas com infeção respiratória; • Evitar tocar na cara com as mãos; • Evitar partilhar objetos pessoais ou comida em que tenha tocado. Seja responsável, faça a sua parte. Respeite o isolamento social. #JUNTOSVENCEREMOS